Feijão maravilha

Feijão maravilha

Patrícia Villalba

20 de outubro de 2010 | 01h30

Pastéis de feijão do Mineiro. Foto: Tota Paiva

Uma vez no Rio, é só dizer que é de fora para um carioca ou morador da cidade para ouvir várias dicas. Esta quem me deu foi a atriz Mariana Ximenes: “Já comeu o pastel de feijão do Mineiro?”

Eu já conhecia o Mineiro, botequim original de Santa Teresa, mas não os pasteizinhos – famosos – soube depois – recheados não com feijão, e sim feijoada (carne-seca, costelinha e sabe-se lá mais o quê). Uma delícia. Quando o garçom disser que a porção tem 18 pastéis, não se iluda: são pequenos, o pessoal na sua mesa vai comer todos.

Para quem gosta de bar, não há lugar melhor no Rio. Mas vá disposto, para não se estressar, porque nos fins de semana literalmente transborda de gente. Sem se importar com isso, os fregueses bebem cerveja na calçada, vendo o bonde passar. A cerveja sai por R$ 5. No cardápio, várias opções de comida de comida mineira e nordestina, tanto para beliscar quanto para refeições.

Bar do Mineiro: Rua Paschoal Carlos Magno, 99, Santa Teresa, (21) 2221-9227. Abre às 11h e fecha à 1h (domingos, até a meia-noite). Aceita Master, Dinners e Visa. E fecha às segundas.

Tudo o que sabemos sobre:

Bar do MineirobaresRio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: