Minha pequena lista de canções de 2011

Estadão

13 de dezembro de 2011 | 18h06

Está oficialmente aberta a temporada das listas. Melhores discos do ano, melhores shows, melhor de tudo. Eu vou fazer uma lista das canções que eu gostei especialmente entre as milhares que toquei esse ano e aproveito pra recomendar o lindo filme de Eduardo Coutinho, uma inspiração pra esse post. Ele mostra pessoas contando e cantando as músicas que embalaram suas vidas. Emocionante porque verdadeiro: As Canções.

Bom, vamos a lista:

1. Samba Jambo (Jorge Mautner e Nelson Jacobina) com Nina Becker. Saiu no disco Azul pela YB, produção do Miranda, uma delicia do começo ao fim, mas essa tem de especial pra mim esse verso: ” os seus olhinhos sempre tem, meu bem, aqula luz da aurora da manhã…”

2. Acaso (Léo Cavalcanti), faixa do Religar, disco de estréia desse jovem artista que eu amo. Por tudo. Por seu comprometimento com a arte e a vida, pelos temas profundos, pela reflexão, por suas ótimas aulas de yoga. A canção fala da alegria de um amor que chega por acaso, do aprendizado que a vida nos oferece.

3. Flor da Noite  (Celso Fonseca e Ronaldo Bastos) com Nana Caymmi. Não consigo ouvir sem me emocionar profundamente. Letra estupenda de Ronaldo Bastos, interpretação majestosa de Nana Caymmi no disco Libe Paradiso.

4. Ela Vai Dançar (Lirinha) faixa do excelente Lira, disco solo do vocalista e compositor do Cordel do Fogo Encantado com produção de Pupilo. Como imagino a mulher insone que canta o amor em Flor da Noite, aqui imagino a jovem que dança a falta de um amor e dança a noite inteira pra esquecer a dor. Lindo, forte, jovem, delícia!

5. Não Me Ame Tanto (Karina Buhr), faixa do Longe de Onde, segundo disco de Karina. Disco poderoso que reafirma seu lugar entre as melhores artistas dessa geração. A letra traz doçura e ironia com um som de primeira com essa banda de arrasar que reúne Catatau, Scandurra, Mau, Bruno Buarque, Guizado, André Lima com a performance mais arrebatadora dos ultimos tempos.

6. Meu Recanto (Caetano Veloso), Gal Costa é a maior. O disco com as canções de Caetano correspondeu as minhas expectativas. É forte, intenso, estranho e bonito. Essa letra é de fazer pensar na vida, de ouvir como uma oração.

7. Pra Dizer Adeus (Edu Lobo e Torquato Neto) na linda interpretaçnao de Ava Rocha no cd de estréia da banda Ava é de cortar os pulsos. Belissimo arranjo com o cello de Nana Carneiro da Cunha, dinâmica esperta com uma marcha no meio. Disco lindo, grata surpresa de final de ano.

8. Desencantados (Marina Lima, Edgard Scandurra e Karina Buhr) está no Climax de Marina. Eles dividem a faixa nos vocais e na assinatura. Denso, interessante, encontro inusitado que deu muito certo. Marina se mostra antenada e contemporânea, tá sempre na minha lista, qualquer que seja o tema.

9. Bola com os Amigos (Anelis Assumpção) é a faixa mais deliciosa e safada do cd/lp Sou Suspeita, Estou Sujeita, Não Sou Santa. Letra esperta, divertida, levada gostosa dos dub brothers Mau, Bruno e Lelena.

10. Quem É Esse Rapaz? (Marina Lima e Antonio Cícero) na versão paraense de Andréia Dias pra coletânea Literalmente Loucas – as Canções de Marina Lima. Andreia colocou a dose certa de sedução na cantada que veio das areias cariocas anos 80, acrescentou as guitarras de Belém e fez uma das melhores faixas do disco.

Claro que vou levar no ipod das férias muito mais do que essas dez canções que listei aqui, até porque com o tanto de coisa boa que apareceu esse ano, uma listinha não dá nem pro começo. Mas não podia ficar de fora da temporada oficial. Pra ouvir essas canções procure o link Ouça Aqui na página do Vozes do Brasil na internet. Elas estão espalhadas pelos programas que coloquei no ar esse ano.

Aproveito pra comemorar a chegada da Radio Unama FM (Universidade da Amazônia) a nossa rede Vozes do Brasil. Agora estamos no ar também em Belém do Pará!!! Treme!!!!!!

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

cançãomelhores de 2011

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.