Viggo Moretensen agora também é cineasta

Viggo Moretensen agora também é cineasta

Rodrigo Fonseca

22 de dezembro de 2019 | 12h03

Rodrigo Fonseca
Indicado ao Oscar de melhor ator por “Senhores do Crime” (2007), “Capitão Fantástico” (2016) e “Green Book” (2019), Viggo Mortensen, o Aragorn de “O Senhor dos Anéis”, vai estrear na direção, aos 61 anos, com o drama familiar “Falling”, previsto para estrear no Festival de Sundance em 31 de janeiro. A produção é dada como atração garantida no 70º Festival de Berlim, que deve anunciar nesta segunda-feira a primeira leva dos concorrentes ao Urso de Ouro. Estima-se que Viggo estará entre eles, possivelmente ao lado de “Le Sel des Larmes”, de Philippe Garrel, e de “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, de João Botalho – duas das apostas mais quentes. Em 2019, a Berlinale vao de 20 de fevereiro a 1º de março, e a presença de Mortensen em suas telonas seria um chamariz de mídia. Na trama de seu primeiro exercício como cineasta. Mortensen narra a lavação de roupa suja entre um homossexual e seu velho intolerante pai, que é forçado a viver com seu rebento, por questões econômicas. O pai é encarnado pelo genial Lance Henriksen, o xerife Frank da série “Millennium” (derivada de “Arquivo X”. Laura Linney vai estar no elenco também, ao lado de Viggo, que também atua.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: