Platinos coroam o humor, o ‘almodrama’ e Sonia Braga

Platinos coroam o humor, o ‘almodrama’ e Sonia Braga

Rodrigo Fonseca

22 Julho 2017 | 19h50

“O Cidadão Ilustre”: humor à argentina

Rodrigo Fonseca
Embora a principal razão da festa brasileira em relação aos Prêmios Platino 2017 seja a vitória de Sonia Braga na disputa de Melhor Atriz, os resultados deste palmarês de sangue latino-americano e ibérico merecem aplausos em outras latitudes. Mesmo tendo desperdiçado a chance de coroar a caudalosa experiência mnemotécnica de Eryk Rocha e seu Cinema Novo entre os documentários, a premiação corou uma comédia com a láurea mais disputada, a de melhor filme de ficção, entregue aos diretores argentinos Gastón Duprat e Mariano Cohn por O Cidadão Ilustre. É sempre um gesto de coragem apostar no humor como um exemplo de excelência. E, no caso, a vitória dessa deliciosa produção – sobre um veterano escritor coroado com o Nobel de Literatura obrigado a voltar a seu povoado de berço – é também uma vitória da palavra como elemento estético no audiovisual. Digna de palmas também foi a escolha de Pedro Almodóvar como melhor diretor, por Julieta, seu filme mais injustiçado dos últimos anos, que serve como um atestado da potência do almodrama. Às 22h deste sábado, o Canal Brasil exibe a festa, com comentários.

Lista de premiados

Filme (ficção): O Cidadão Ilustre (Argentina), de Gastón Duprat e Mariano Cohn

Filme (documentário): 2016Nacido en Siria, de Hernán Zin (Espanha)

Filme (animação): Psiconautas – Los Niños Olvidados (Espanha), de Pedro Rivero e Alberto Vázquez

Filme de estreia: De Longe Te Observo, de Lorenzo Vigas (Venezuela)

Diretor: Pedro Almodóvar, por Julieta

Atriz: Sonia Braga, por Aquarius

Ator: Oscar Martinez, por O Cidadão Ilustre

Roteiro: O Cidadão Ilustre

Fotografia: Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Direção de Arte: Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Montagem: Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Trilha sonora original: Alberto Iglesias (Julieta)

Som: Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Minissérie ou série: Quatro Estações em Havana (Cuba)

Prêmio de Reconhecimento de Valores para a Educação: Esteban (Cuba)

Platino de Honra: o ator americano de origem mexicana Edward James Olmos