O momento de Tracy Letts, nos braços de Debra Winger

O momento de Tracy Letts, nos braços de Debra Winger

Rodrigo Fonseca

06 Janeiro 2017 | 12h35

Dramaturgo, ladrão de cenas e agora herói romântico: Tracy Letts anda dominando o cinema americano e agora passa ao posto de galã maduro em

Dramaturgo, ladrão de cenas e agora herói romântico: Tracy Letts anda dominando o cinema americano e agora passa ao posto de galã maduro em “The Lovers”

RODRIGO FONSECA 

Subestimado nas principais premiações do cinema, mas elogiado nos festivais de Berlim e Sundance, o drama geracional Indignação, de James Schamus, deu de presente ao público um quase monólogo no qual um reitor dava um sermão sobre o lado bom (e o lado errado) da vida a um aluno: era um solo do ator Tracy Letts. Há quem lembre mais de sua escrita do que de seu rosto, uma vez que ele foi o dramaturgo responsável pelo cultuado Killer Joe (2011), de William Friedkin, tendo escrito ainda o espetáculo Osage County, filmado (e traduzido nos cinemas brasileiros) como Álbum de Família (2013). Seu talento para atuar foi testado recentemente em suas participações em Elvis & Nixon, Wiener-Dog e na série Divorce. Mas agora é hora de este dramaturgo nascido em Oklahoma há 51 anos ter sua chance de estrelato como “herói romântico”, ou quase isso, em The Lovers, ao lado da mítica Debra Winger. Previsto para estrear no dia 5 de maio nos EUA, esta love story é escrita e dirigida por Azazael Jacobs e pode, a julgar por boatos, estar na seleção do 67º Festival de Berlim (9 a 19 de fevereiro), a ser anunciada nos próximos dias.

Na trama, Letts e Debra são um casal desgastado pela vida a dois. Cada um tem um amante: ele pula a cerca com Melora Waters e ela se refestela nos braços de Aidan Gillen. Ambos estão decididos pela separação até que, de repente, após se esbarrarem na cama, numa noite, acabam se reapaixonando. Lembra Simplesmente Complicado (2009), com a Meryl Streep, mas parece, pelo trailer, mais abusado e politicamente incorreto. E tem Letts soltando sua verborragia ferina.