Novo gás ao Urso de Ouro romeno

Novo gás ao Urso de Ouro romeno

Rodrigo Fonseca

17 de julho de 2021 | 11h08

RODRIGO FONSECA
Contando os minutos para saber quem leva a Palma de Ouro do júri de Spike Lee, está noite, o planisfério cinéfilo amplia sua caça ao Urso de Ouro da Berlinale, que permanece inédito em muitos territórios: “Bad Luck Banging or Loony Porn” (“Babardeala cu bucluc sau porno balamuc”). Rascante, o longa-metragem de Radu Jude é mais uma comprovação de que a criatividade e a ousadia da Romênia, nas telas, não tem fim, sobretudo ao fazer da pandemia da covid-19 parte de sua narrativa. Sempre que Cannes termina, vencedores de grandes festivais anteriores ganham novos holofotes, como se vê agora no longa de Jude. Hilário do começo ao fim, mesmo quando sua câmera está apenas a observar o vaivém das ruas, seguindo sua protagonista, a professora Emi (Katia Pascariu), esse conto moral já incorpora as máscaras de proteção ao coronavírus entre seus personagens, datando sua narrativa ao surto pandêmico do presente. A partir da histeria que se vive hoje, em meio aos confinamentos, a comédia de Jude acompanha, em três atos distintos, a história do ataque a Emi depois que uma gravação dela fazendo amor com seu marido vaza na internet. A primeira parte é a reação dela às acusações e o impacto dessas em seu dia a dia. A segunda (e genial) parte é uma livre (e põe livre nisso!) montagem de cenas com conexões eróticas e políticas, tiradas de arquivos. E a parte final, mais teatralizada, é o julgamento dela. Em cartaz na MUBI (um dos streamings que mais crescem em popularidade na web hoje) com “Uppercase Print” (2020), Jude define seu trabalho mais recente como uma seleção de esquetes. Seleção essa que ataca a hipocrisia nossa de cada dia e a cultura online do ódio.

“O cinema hoje anda refém de roteiros formulaicos. Quero mudar isso”, disse Jude ao P de Pop em Berlim, colecionando elogios.

p.s.: O troféu L’Oeil d’Or de 2021 de Cannes vai pra “A Night of Knowing Nothing”, de Paula Kapadia, um filme de estrutura epistolar que revela dilemas da Índia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.