Nada de novo no front… do Globo de Ouro

Nada de novo no front… do Globo de Ouro

Rodrigo Fonseca

11 Dezembro 2017 | 12h17

“Dunkirk”: épico de guerra é um dos mais fortes candidatos ao Globo de Ouro

Rodrigo Fonseca
Apesar das apostas de que este ano as mulheres tomariam a dianteira na disputa pelos prêmios de direção nas principais láureas do cinema, o Globo de Ouro optou por um caminho mais conservador e só escolheu homens realizadores para concorrer em sua festa de 2018, ao quesito dedicado aos cineastas. A cerimônia está marcada para 7 de janeiro, no Beverly Hilton, em Beverly Hills, tendo Seth Meyers como apresentador (e não mais aquela lástima bêbada do Ricky Gervais). E, na ocasião, o prêmio de Melhor Diretor vai estar entre Guillermo Del Toro (por A Forma da Água); Christopher Nolan (por Dunkirk); Martin McDonagh (por Três Anúncios de um Crime); Steven Spielberg (por The Post: A Guerra Secreta); e Ridley Scott (por Todo Dinheiro do Mundo).

“Me Chame Pelo Seu Nome”

Produzido pelo carioca radicado em SP Rodrigo Teixeira e sua RT Features, o tocante Me Chame Pelo Seu Nome, de Lucca Guadagnino, vai concorrer ao Globo de melhor filme (drama), encarando a concorrência pesada de A Forma da Água, que levou o Leão de Ouro de Veneza, em setembro. E tem Dunkirk, que se impõe como favorito nos quesitos técnicos. Frances McDormand é a mais cotada ao prêmio de atriz dramática, por Três Anúncios de um Crime. Entre os atores, o favorito é Gary Oldman, pela caracterização de Winston Churchill em O Destino de uma Nação. Seu maior rival será o jovem Timothée Chalamet por Me Chame…, com uma atuação de suturar feridas afetivas.  

“Uma Mulher Fantástica”: Chile

Gol do Chile no evento: Uma Mulher Fantástica está no páreo para o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Estão em sua cola First They Killed My Father, de Angelina Jolie (Camboja); The Square, de Ruben Ostlünd (Suécia); Loveless, de Andrey Zvyagintsev (Rússia); e Em Pedaços, de Fatih Akin (Alemanha). E tem ainda mais um quêzinho de Brasil na festa, entre os títulos já anunciados: O Touro Ferdinando, de Carlos Saldanha, disputa o prêmio de melhor animação.