Harry Dean Staton em estado de graça aos 90 anos

Harry Dean Staton em estado de graça aos 90 anos

Rodrigo Fonseca

10 de julho de 2017 | 16h39

Prestes a completar 91 anos, Harry Dean Staton pode ser indicado ao Oscar pelo aclamado “Lucky”

RODRIGO FONSECA
Com estreia nos EUA prevista para 29 de setembro, a dramédia Lucky, aclamada sob quilos de aplausos por onde passa, pode corrigir um descaso histórico do cinema e dar uma indicação ao Oscar para Harry Dean Staton, mito que completa 91 anos no dia 14 de julho. Astro de Paris, Texas (1984), famoso como coadjuvante nas décadas de 1970 e 80, tendo passado por sucessos como Alien, o Oitavo Passageiro (1979) e A Garota de Rosa-Schocking (1986), ele pode, enfim, ser oscarizado pelo papel de Lucky, um ateu que começa a refletir sobre a existência ao vislumbrar sua finitude. Seu maior desafio é se desfazer de seu maior prazer: o cigarro. O trailer é hilário. Quem assina a direção é o (ótimo) ator John Carroll Lynch, de Zodíaco (2007). Estreante, o cineasta trouxe para o elenco um velho colaborador de Staton: o diretor David Lynch, que dirigiu Harry Dean em Twin Peaks e no filmaço Uma História Real (1999).