Festival do Rio: Clint, Jedis e Petúnia

Festival do Rio: Clint, Jedis e Petúnia

Rodrigo Fonseca

27 de novembro de 2019 | 20h38

RODRIGO FONSECA
Apoiado na sororidade de Greta Gerwig e seu “Adoráveis Mulheres” seu como filme de abertura, o Festival do Rio 2019 (9 a 19 de dezembro) disponibilizou em seu site oficial o que parece ser seu menu de pérolas internacionais, incluindo o esperado “Richard Jewell“, o novo trabalho do quase nonagenário Clint Eastwood, além de bossas de Cannes, da Berlinale e de Locarno. Pelo visto, vamos ter novidades de Ken Loach (“Você Não Estava Aqui”); a ascendente Céline Sciamma (com o memorável “Retrato de Uma Jovem em Chamas”); Werner Herzog (“Family Romance, LTDA); e o drama sobre o Estado Islâmico que rendeu aos irmãos Dardenne o prêmio de direção na Croisette (“O Jovem Ahmed”). Além do novo trabalho do artesão por trás de “Os imperdoáveis” (1992) – nele, Jewell, vivido por Paul Walter Hauser, é um segurança ligado aos Jogos Olímpicos que, em 1996, foi acusado injustamente de um atetado -, a maratona cinéfila carioca pôs em seu www uma promessa de trazer “Vitalina Varela” ao Brasil. O filme, sobre uma imigrante africana que espera 25 anos para realizar seus sonhos, ganhou o Leopardo de Ouro em Locarno, na Suíça. Tudo indica que outras joias de Costa, como “No Quarto de Vanda” (2000).

“Vitalina Varela”: melhor filme de Locarno

Laureado em Veneza com a Copa Volpi de melhor ator, dada a Luca Marinelli, o drama italiano “Martin Éden” está na homepage do evento também, assim como “Jojo Rabbit”, Taika Waitit, ganhador da láurea de júri popular do Festival de Toronto (TIFF). E parece que, dada a proximidade da estreia de “A Ascensão Skywalker”, o novo (e derradeiro) tomo da saga “Star Wars”, vem pra seleção do Redentor também. Dê um destaque para “Deus Existe e Seu Nome É Petúnia”, de Teona Strugar Mitevska, da Macedônia, que foi uma das sensações de Berlim. De lá vem ainda o ganhador do Urso de Ouro, o drama israelense “Sinônimos”, de Nadav Lapid. Tudo isso deve ser confirmado nas próximas horas pela direção do festival.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: