Diretoras brasileiras confirmadas no Panorama de Berlim

Diretoras brasileiras confirmadas no Panorama de Berlim

Rodrigo Fonseca

20 Dezembro 2016 | 11h25

“Vazante”, de Daniela Thomas: Panorama


RODRIGO FONSECA
Encarada como barbada para a seleção da Berlinale 2017 a inclusão de Pendular, de Julia Murat, no festival alemão – agendado de 9 a 19 de fevereiro – foi confirmada nesta terça pela direção do evento, que abriu espaço para as memórias escravocratas do Brasil do século XIX em Vazante, primeiro longa-metragem solo de Daniela Thomas (de Linha de Passe, codirigido por Walter Salles). Ambos os longas-metragens vão para a mostra Panorama, seção paralela à busca pelo Urso de Ouro.

Entraram ainda na seleção outras nove produções:

Untitled, de Michael Glawogger e Monika Willi (Áustria/Alemanha);  Small Talk, de Hui-chen Huang (Taiwan); Centauro, de Aktan Arym Kubat (Quirguistão); Honeyguiver Among the Dogs, de Dechen Roder (Butão); Casting Jon Bennet, de Kitty Green (EUA); Combat au Boat de la Nuit, de Sylvain L’Espérance (Canadá); Política: Manual de Instruções, de Fernando León de Aronoa (Espanha); I Am Not Your Negro, de Raoul Peck (França); e The Wound, de John Trengove (África do Sul).

 

Há cerca de uma semana, Berlim anunciou sua primeira leva de concorrentes ao Urso de Ouro:

A Teströl és a Lélekröl (On Body and Soul, Hungria), de Ildiko Enyedi

Ana, mon amour (Romênia), de C?lin Peter Netzer

Beuys (Alemanha), documentário de Andres Veiel

Colo (Portugal), de Teresa Villaverde

The Dinner (EUA), de Oren Moverman

Félicité (Senegal), de Alain Gomis

The Party (Reino Unido), de Sally Potter

Pokot (Spoor, Polônia), de Agnieszka Holland

Toivon Tuolla Puolen (The Other Side of Hope, Finlândia), de Aki Kaurismäki

Una Mujer Fantástica (Chile), de Sebastián Lelio

 Tem mais uma fornada de indicados para ser divulgada no início de janeiro. Até sexta estima-se que vá ser anunciado o filme de abertura do festival. Aposta-se alto em T2 – Trainspotting, de Danny Boyle, para o posto. E há uma boataria (ainda não confirmada pela direção da Berlinale) sobre a presença de Rifle, de Davi Pretto, na seção Fórum.