Cannes se encanta pela magia de Neil Gaiman

Cannes se encanta pela magia de Neil Gaiman

Rodrigo Fonseca

21 de maio de 2017 | 10h08

Neil Gaiman é o autor do divertido texto “How to Talk to Girls at Parties”, que foi transformado em HQ pelos gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon e foi filmado por John Cameron Mitchell

RODRIGO FONSECA

Estrelado por Elle Fanning e Nicole Kidman, How to Talk to Girls at Parties, novo filme de John Cameron Mitchell (Hedwig), entrou em Cannes for a de concurso, em exibições vespertinas que serviram para aproximar o festival francês – no auge de sua edição 7.0 – da prosa de Neil Gaiman, um dos mais aclamados quadrinistas do mundo. Neste momento em que a versão para a TV de seu romance American Gods vira cult, em parte pelo desempenho do ator Ian McShane, a opção do curador cannoise Thierry Frémaux de traze este longa-metragem para o evento é uma forma de referendar, em meio à Meca pensante do cinema, a importância de Gaiman para a cultura pop. Não por acaso as livrarias da cidade e arredores reposicionam em suas prateleiras os gibis do pai de Sandman, em especial o álbum filmado por Mitchell, cujo traço é dos gêmeros brasileiros Gabriel Bá e Fábio Moon.

Em relação à competição oficial de Cannes, os favoritos à Palma de Ouro são 120 Batimentos por Minutos, de Robin Campillo, e The Square, de Ruben Östlund. Louis Garrel desponta na briga pelo troféu de melhor ator por seu trabalho como Jean-Luc Godard em Le Redoutable, e Noah Baumbach é, até aqui, o mais forte candidato ao prêmio de melhor roteiro por seu delicioso The Meyerowitz Stories. Os prêmios serão anunciados no dia 28

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: