Canal Brasil dá holofote (merecido) a Gramado

Canal Brasil dá holofote (merecido) a Gramado

Rodrigo Fonseca

17 de agosto de 2020 | 16h34

“Bróder” ganhou o Kikito de melhor filme na Serra Gaúcha em 2010

Rodrigo Fonseca
Saem amanhã os possíveis concorrentes ao Kikito de melhor longa-metragem nacional de 2020, a serem anunciados às 11h pelo Festival de Cinema de Gramado em transmissão ao vivo, feita pelo site oficial do evento e pela TVE RS, cercada de especulações acerca do que possa vir a disputar. Fala-se em “Um Animal Amarelo”, de Felipe Bragança; em “Meu Nome É Bagdá”, de Caru Alves de Souza; em “M8 – Quando a Morte Socorre a Vida”, de Jeferson De; e em “Aos Pedaços”, do mestre Ruy Guerra – embora NADA tenha sido ainda confirmado pelos curadores: a atriz e cantora Soledad Villamil, o jornalista e diretor Pedro Bial e o crítico e professor de Comunicação Marcos Santuário. Vai ser uma edição não presencial, com a exibição de todos os filmes das mostras competitivas no Canal Brasil, de 18 a 24 de setembro. E no domingo, dia 26/09, a programação das horas que antecedem a cerimônia de premiação – que será transmitida ao vivo pelo canal – será toda dedicada à mais popular das maratonas competitivas do audiovisual brasileiro. Às 11h25, vai ao ar o filme “BR716”, de Domingos Oliveira, que levou o Kikito de melhor filme em 2016, seguido pelo episódio do programa “O País do Cinema” que discute a produção, às 13h. Uma edição especial do “Cinejornal” sobre o festival será exibida às 13h40. Às 14h, o CB exibe o cult “Bróder”, de Jeferson De, filme premiado em 2010; às 15h35, vai ao ar uma aula de inclusão chamada “Colegas”, de Marcelo Galvão, que teve uma vitória comovedora em 2012; às 17h20, rola (o necessário) “Ferrugem”, de Aly Muritiba, egresso de Sundance e laureado em 2018; e às 19h, é a vez de “Como Nossos Pais”, de Laís Bodanzky, que faturou o Kikito em 2017. Vale lembrar que Laís ganhará o Troféu Eduardo Abelin este ano. Após a premiação, à 0h, o Canal Brasil exibe ainda “Tatuagem”, de Hilton Lacerda, devidamente “Kikitado” em 2013.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: