‘Burden’: a fé encara a KKK em Sundance

‘Burden’: a fé encara a KKK em Sundance

Rodrigo Fonseca

28 Janeiro 2018 | 14h52

Garrett Hedlund é batizado em “Burden”

Rodrigo Fonseca
No turbilhão das inquietações raciais que marcam o cinema na atualidade, no esforço de mudar a representação negra nas telas, um drama americano sobre um membro da Ku-Kux-Klan decidido a trocar seu ódio por Jesus arrebatou elogios e o prêmio de júri popular no Festival de Sundance, que chega ao fim neste fim de semana nos EUA. O longa-metragem se chama Burden e põe o ótimo Garrett Hedlund às voltas com as Palavras do Senhor pelo intermédio de um reverendo (Forest Whitaker). A direção é de Andrew Heckler. Estima-se que o projeto seja exibido na Berlinale, entre 15 e 25 de fevereiro. Hedlund protagonizou On The Road (2012), de Walter Salles. Ele também encara o racismo no inédito Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi.

Mais conteúdo sobre:

BurdenSundancegarrett HedlundKKK