Brasil volta ao páreo da Palma de Ouro em Cannes com ‘Aquarius’

Brasil volta ao páreo da Palma de Ouro em Cannes com ‘Aquarius’

Rodrigo Fonseca

14 de abril de 2016 | 06h53

“Aquarius” traz a musa Sonia Braga de volta sob a direção do premiado Kléber Mendonça Filho

Centrado no cotidiano de uma crítica de música capaz de viajar no tempo, “Aquarius”, do pernambucano Kléber Mendonça Filho, com Sonia Braga, vai concorrer à Palma de Ouro no 69º Festival de Cannes (11 a 22 de maio). Estão confirmados ainda: The Last Face, de Sean Penn; Elle, de Paul Verhoeven; La Fille Inconnue, de Jean-Pierre e Luc Dardenne; Ma Loute, de Bruno Dumont; Julieta, de Pedro Almodóvar; The Handmaid, de Park Chan-Wook; Jogo do Dinheiro, de Jodie Foster; Loving, de Jeff Nichols; Paterson, de Jim Jarmusch; Juste la Fin du Monde, de Xavier Dolan; Neon Demon, de Nicolas Winding Refn; American Honey, de Andrea Arnold; Personal Shopper, de Olivier Assayas;  Rester Vertical, de Alain Giraudie;  e I, Daniel Blake, de Ken Loach. Boa sorte a todos, que terão como seu abre-alas hors-concours Café Society, de Woody Allen, seguidos por uma apresentação fora de concurso de O Grande Gigante Amigo, de Steven Spielberg, e Dois Caras Legais, de Shane Black.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.