Betrand Blier no MUBI e VFXRio online

Betrand Blier no MUBI e VFXRio online

Rodrigo Fonseca

25 de junho de 2020 | 10h38

Rodrigo Fonseca
Em seu empenho de revistar obras de grandes diretoras e diretores das mais variadas linhas narrativas e nacionalidades, o MUBI (www.mubi.com), streaming dedicado a narrativas de poesia e experimentação, resgata o legado de Bertrand Blier, diretor francês de 81 anos que foi sinônimo de salas lotadas nas décadas de 1970 e 80. E lotadas pela irreverência e pela desconstrução de ditames morais. Depois de um hiato de nove anos sem lançar longas-metragens em circuito, um craque da ironia no cinemão da França, o premiado realizador de hits como “Meu Marido de Batom” (1986) voltou às telas de seu país, em 2019, com um filmaço, perfumado a metalinguagem: “Convoi Exceptionnel”. Gérard Depardieu e Christian Clavier protagonizam este exercício de fino humor do realizador de “Corações Loucos” (1974), sobre dois homens de classes sociais distintas que se unem após descobrirem um roteiro que detalha o futuro de suas vidas. Blier começa agora a ser revisitado pelo MUBI com a projeção de “Coquetel de Assassinos” (“Buffet Froid”, 1979), uma trama nas raias do absurdo na qual Depardieu puxa papo com um desconhecido, em uma estação de metrô, para falar de um canivete. Mais adiante, ele, um criminoso e um policial vão unir forças. Blier foi a base do roteiro do mais recente trabalho de John Turturro como diretor, “The Jesus Rolls”, com Sonia Braga no elenco.

p.s.: Estrelado por Gina Gershon, Elena Anaya, Christoph Waltz, Wallace Shawn e Louis Garrel, “Rifkin’s Festival”, o novo longa-metragem de Woody Allen, vai abrir a 68ª edição da mostra de cinema de San Sebastián (18 a 26 de setembro), cidade espanhola onde foi rodado. O evento vai promover uma homenagem ao ator Viggo Mortensen, o Aragorn de “O Senhor dos Anéis”, que estreia como cineasta com “Falling”.

p.s.2: Sexta e sábado, a internet brasileira vai fazer uma imersão na tecnologia dos efeitos visuais numa série de debates promovida pela feira VFXRio, que promove um painel dedicado aos 45 anos da Industrial Light & Magic (ILM), fundada por George Lucas, e consagrada pela franquia “Star Wars”. Nesta sexta, a pedida é o debate com uma equipe de designers de games responsável pela recriação digital da Capela Sistina, às 20h, e o debate de Pablo Bioni, o diretor de efeitos especiais da TV Globo, às 17h. Sábado, às 15h30, é o papo com Roger Guyett, supervisor de VFX da ILM.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: