‘Berenice procura’ novo público no Canal Brasil

‘Berenice procura’ novo público no Canal Brasil

Rodrigo Fonseca

26 de junho de 2019 | 11h26

Rodrigo Fonseca
Um dos filmes brasileiros mais provocantes de 2018, “Berenice procura” chega esta semana à TV, com exibição nesta sexta-feira, às 23h, no Canal Brasil. É uma das atrações obrigatórias da televisão a cabo desta semana, lembrando que nesta quinta, o Telecine exibe “O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, às 20h.

Em ascensão nas telas depois de seu inquieto trabalho em “Aos teus olhos”, em “Canastra suja” e no lúdico “Turma da Mônica: Laços”, firmando-se como um dos talentos mais potentes do audiovisual nacional da atualidade, o fotógrafo Azul Serra empresta a “Berenice procura” um colorido saturado, meio brega, quase na linha da estética neon noir dos anos 1980. Essa luz dá a este doloroso thriller um prisma vintage. Esse sabor de “foi aí”, de coisa antiga que ficou, é reforçado pela escolha do táxi como signo de deslocamento numa cidade (o Rio) e num tempo (o hoje) que andam de Uber.

Mas esse toque retrô logo dá lugar a uma sensação de permanência (e um gosto de universalidade) no modo como o diretor Allan Fiterman (de “Embarque imediato”) dialoga com o gênero – o suspense policial – pela via dos afetos, a fim de fazer uma geopolítica do submundo carioca. A luminosa atuação de Cláudia Abreu como a taxista que, ao investigar um assassinato, passa em revista a ruína de sua vida íntima, ajuda ainda mais a escavar camadas emotivas num contexto de intriga. A trama vem da literatura de Luiz Alfredo García-Roza, reescrita (no roteiro inflamado de Flávia Guimarães e José Carvalho) como um ensaio sobre desejos represados, numa cena trans, onde a solidão é um fator comum a todos.

p.s.: Nesta quinta-feira, às 17h30, a Academia Brasileira de Letras (ABL) recebe o diretor Joel Zito Araújo (de “Filhas do vento”) para a palestra “O Negro no Cinema Brasileiro”. A palestra dele encerra o ciclo “Vozes d’África na cultura brasileira”. A ABL, casa fundada por Machado de Assis, fica Av. Presidente Wilson, 203, Castelo.

 

Tendências: