Após o inflamável ‘Django’, a Berlinale se anima

Após o inflamável ‘Django’, a Berlinale se anima

Rodrigo Fonseca

09 de fevereiro de 2017 | 14h22

My Entire High School is Sinking Into the Sea

“My Entire High School is Sinking Into the Sea” marca a passagem do quadrinista Dash Shaw à direção: em Berlim na mostra paralela Geração


RODRIGO FONSECA
Aberto na enevoada manhã de – 6º de temperatura desta quinta com uma discussão sobre a fronteira entre a negligência e o heroísmo, o 67º Festival de Berlim deu o pontapé inicial para suas atividades em 2017 visitando as chagas da II Guerra Mundial – sobretudo entre os povos ciganos – a partir de um recorte da vida de um ícone do jazz em Django, primeiro dos 18 candidatos ao Urso de Ouro a ser projetado. Com direção do prolífico produtor e cineasta estreante Etienne Comar, este drama de época com CEP francês – e de indisfarçável poder de comunicabilidade com plateias – fez a Berlinale saber mais sobre o cerco nazista ao guitarrista franco-belga de raízes ciganas Django Reinhardt (1910-1953). É Redá Kateb, ator argelino sempre confinado a papéis coadjuvantes, quem encarna o ás das cordas, promovendo-se ao posto de astro no cinema do Velho Mundo. Mas o filme serviu mais como acepipe para um banquete farto sobretudo no quesito animação. Este ano tem até um desenho chinês concorrendo ao prêmio principal: Have a Nice Day, de Liu Jian. E tem representante animado também na esquadra brasileira de 12 filmes falados em português com sotaques do Oiapoque ao Arroio Chuí: o curta mineiro Vênus – Filó a Fadinha Lésbica, de Sávio Leite. Mas nesse pacote de exercícios autorais de animadores, um longa que

chega precedido de elogios é My Entire High School Sinking Into The Sea.

Escalada para a mostra Geração 14 Plus, com sessão no dia 14, esta produção marca a estreia do quadrinista Dash Shaw (da graphic novel Bottomless Belly Button) como diretor de longas. Com vozes famosas em seu elenco de dubladores, entre elas as de Susan Sarandon, Jason Schwartzman e Lena Dunham, este misto de comédia high school com filme catástrofe acompanha os dilemas de um adolescente em crise no colégio com seus amigos. A direção de arte de Shaw foi um ímã de aplausos na ida do filme ao Festival de Toronto, setembro passado.