Annecy anima o mundo a partir de segunda

Annecy anima o mundo a partir de segunda

Rodrigo Fonseca

10 Junho 2018 | 09h55

“Tito e os Pássaros”: voo animado 

Rodrigo Fonseca
É a hora e a vez de Annecy, “o” festival de animação da Terra, consagrado por apontar as tendências estéticas e políticas do setor. Começa nesta segunda a programação, que, até o dia 16 de junho, vai apresentar produções esperadas como Mirai, de Mamoru Hosoda, e Vírus Tropical, de Santiago Caicedo. País homenageado do evento, o Brasil estará representado por Tito e os pássaros, codirigido por Gustavo Steinberg, Gabriel Matioli Yazbek e André Catoto Diaspart. Além da presença na competição principal, oito produções brasileiras participam nas demais categorias. O estonteante Guaxuma, de Nara Normande; Garoto transcodificado a partir de fosfeno, de Rodrigo Faustini; e Almofada de Penas, de Joseph Specker Nys, competirão, respectivamente, nas categorias curta-metragem, curta-metragem off-limits e curta-metragem perspectivas. Angeli the Killer “Delírios de Um Amor Louco”, de Cesar Cabral, e Irmão do Jorel “Eject Especial”, de Juliano Enrico, foram indicados na categoria TV Films. E na categoria filmes comissionados, concorrerão A Troca e Leica “Everything in Black and White“, ambos de Mateus de Paula Santos, e DayOne “Sunshine”, de Guilherme Marcondes. Annecy 2018 terá ainda dois vencedores recentes do festival levando um novo projeto juntos para apresentação no Mifa (International Animation Film Market): é o longa The Foreigner, dirigido por Luiz Bolognesi (de Uma História de Amor e Fúria) e produzido por Alê Abreu (de O Menino e o Mundo).