Animação vence a Semana da Crítica em Cannes

Animação vence a Semana da Crítica em Cannes

Rodrigo Fonseca

22 de maio de 2019 | 18h05

Rodrigo Fonseca
Um dos maiores cineastas latino-americanos da atualidade, o colombiano Ciro Guerra (de “O abraço da serpente”) demonstrou ser um presidente do júri dos mais audaciosos para a seção Semana da Crítica, do Festival de Cannes, ao driblar a aposta em narrativas realistas ou de tom documental, e valorizar uma animação de tintas fantásticas: o Grande Prêmio Nespresso da disputada mostra ficou com “J’ai perdu mon corps”. Em 2018, o vencedor foi a delirante fábula lusa “Diamantino”, feita em coprodução com o Brasil. Desta vez, a visita ao fantástico ficou mais soturna: o longa vencedor, dirigido por Jérémy Clapin, é uma reflexão sobre desapego. A protagonista desta aula de ironia é uma mãozinha, tipo aquela da Família Addams, mas sem humor. Ela quer achar o corpo de seu “dono”, hoje envolvido num caso de amor complicado. Hakim Faris dubla o personagem principal.

 

Tendências: