Adrian Lyne em águas profundas

Adrian Lyne em águas profundas

Rodrigo Fonseca

26 de junho de 2020 | 14h44

Rodrigo Fonseca
Papa da publicidade, recordista de bilheteria nas décadas de 1980 e 1990, o inglês Adrian Lyne vai voltar às telas até dezembro, assim que a Covid 19 deixar, encerrando um hiato de 18 anos longe das telas. Desde “Infidelidade” (2002), o realizador de fenômenos (hoje moralmente incômodos) como “Atração Fatal” (1987) vai retornar à direção com “Depp Water”, um thriller erótico baseado na literatura de Patricia Highsmith. Na trama, o casal Melinda (Ana de Armas) e Vic (Ben Affleck) vive uma relação aberta, transando com outras pessoas, até o dia em que um segredo perigoso dela ameaça a vida de ambos. O dramaturgo Tracy Letts (de “Killer Joe”) é um dos destaques do elenco.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: