Não tem vacina, mas tem cinema
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Não tem vacina, mas tem cinema

Murilo Busolin Rodrigues

24 de outubro de 2020 | 18h00

Dá para acreditar que estamos entrando em novembro? Eu mesmo finjo que meu último ano antes dos 30 não aconteceu. Foi mal aproveitado, ou para os good vibes, um ano de autoconhecimento e cuidado.

Enquanto organizo minha mudança para o Rio de Janeiro (olá, leitores cariocas), separei alguns destaques da música e do streaming neste mês.

Sacha Baron Cohen interpreta o inesquecível repórter Borat. FOTO: Divulgação/Amazon Prime Video

Após o grande impacto na cultura pop com Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América (2006), a sequência misteriosa de uma das comédias mais elogiadas pela crítica especializada finalmente chegou ao catálogo da Amazon Prime Video.

Borat – Fita de Cinema Seguinte mostra a trajetória do repórter cazaque, que agora é reconhecido por todos.

As primeiras análises afirmam que a produção traz risadas desconfortáveis, mantendo o equilíbrio entre hilário e necessário, e o classificam como “escandaloso na medida certa para um ano terrível”.  Não vejo a hora de organizar as caixas da mudança para assistir a essa promessa de obra-prima.

 

Na seção musical,  Ariana Grande surpreendeu (com um tuíte que chegou a mais de um milhão de curtidas) anunciando seu novo single Positions a poucos dias do lançamento (na última sexta, 23). Aproveitando o clima das eleições nos EUA, Grande encarna o papel de presidente americana no vídeo. Daria um bom embate com Biden e Trump em uma realidade paralela. O novo disco chega em 30 de novembro.

Já a cantora e drag queen Gloria Groove continua a sua ótima fase com o sucesso de Deve Ser Horrível Dormir Sem Mim (parceria com Manu Gavassi) e  inicia nova era com o lançamento de A Tua Voz, o primeiro single do novo EP AFFAIR. Para quem  gosta de sofrência amorosa, Gloria entrega um prato cheio… de lágrimas.

Falando na ascensão da drag, o reality show  Nasce Uma Rainha terá seu comando (ao lado de Alexia Twister) e estreia na Netflix em 11 de novembro. No maior estilo RuPaul’s Drag Race, elas ajudam a moldar novas drag queens e drag kings.

O recém-chegado (e já criticado), remake de Convenção das Bruxas, com Anne Hathaway – o original The Witches (1990) foi eternizado pelo protagonismo de Anjelica Houston – chegou à HBO Max de alguns países na quinta, 22.

Mas e no Brasil? Com poucas informações, a Warner Pictures divulgou que a estreia do longa por aqui será  nas telonas, mas ainda sem data específica.

Ansiosos para o remake de ‘Convenção das Bruxas?’ FOTO: Divulgação/Warner

Atualmente na fase verde, São Paulo, que tem o maior número de salas de cinema do País (cerca de 350), retorna aos poucos  as atividades culturais em números reduzidos.

Para quem está curioso – e com coragem –, as empresas garantem um retorno seguro e com as devidas normas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Eu, por ora,  continuo no meu sofá, em uma nova cidade, abraçado ao streaming e com saudades do velho normal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: