Não, a Rita Lee não se aposentou (ou existe ex roqueiro?)

Estadão

30 Janeiro 2012 | 17h24

Rita Lee se diz uma senhora de 67 anos, apesar de ter 65.  A cantora andava aparecendo mais por conta de suas declarações polêmicas no twitter. Nos últimos anos, a impressão que dava é que a musa, bem, já tinha meio que desistido “desse tal de rock´n´roll”. Mas a tia do rock mostrou, na madrugada de domingo,  que está bem longe de se aposentar. E que é mais alerta e viva do que muitos dos seus sobrinhos. Sim, rock tem a ver com rebeldia. Não, rock não é para vender refrigerantes. E postura rock and roll não tem nada, absolutamente nada, a ver com a idade. Obrigado, Rita, por nos lembrar disso tudo.

Rita se apresentou sábado em Aracaju no que foi, segundo ela, o último show da sua carreira. Pois bem, o que aconteceu todo mundo já sabe. Rita deu um pito na polícia que formava um paredão em frente ao palco onde ela cantava. Xingou os policiais. E pediu que eles deixassem a rapaziada fumar seus baseadinhos. Em outras palavras, deu um ataque para evitar que seus fãs fossem presos ou apanhassem. A cantora foi parar na delegacia por desacato e apologia às drogas.

Rita diz que se aposentou. Mentira. Ela pode até não fazer mais shows . Inclusive, o ultimo ter sido essa confusão é prato cheio para qualquer biógrafo. Seria um último show perfeito para coroar uma carreira marcada pela posição de vanguarda que Rita teve na história da cultura pop brasileira. Ela foi presa na época da ditadura. E cantou “Lança Perfume” em um tempo onde a censura ainda existia com força no país. Rita é mulher moderna. E ícone da minha geração. (Quem tem seus 30, 40 anos e não cortou a franjinha como a dela nos anos 80?)

Ok. Seria a aposentadoria perfeita, rebelde e totalmente rock and roll. Só que Rita mostrou que não se aposentou coisa nenhuma! Ela pode até não fazer mais shows. Mas quem ainda tem coragem de peitar a polícia está é vivo para caramba. A gente entende que você queira se aposentar, Rita. Mas talvez demore mais um pouquinho… Ou talvez (esperamos) esse dia não chegue nunca! Uma vez do rock, para sempre do rock.