Manifesto: free, Carolina Dieckmann, free!

Estadão

08 de maio de 2012 | 19h07

Ok. Todo mundo já sabe da historia. Então vou contar em poucas palavras, só para o caso de um ET que não acompanha o que se passa no país ter acesso a esse blog. A atriz Carolina Dieckmann tirou fotos pelada (ou meio) e elas foram parar na internet e divulgadas Brasil a fora. Agora a atriz tenta processar os sites que republicaram a imagem. Sim. Todo mundo sabe disso. Por aqui, só algumas considerações e perguntas sobre ’o caso.’

Um tribunal popular parece ter sido criado na internet e em cada rodinha com mais de duas pessoas para julgar a moça, desde sexta-feira, quando as fotos foram publicadas.

Como ainda somos moralistas… Sim, existe muita gente se fazendo de chocado com o fato de uma moça adulta, mãe de dois filhos e livre tirar fotos sensuais com sua câmera. Espera, na boa. Ninguém nunca fez isso? Essa atitude não é uma coisa normal, ainda mais agora, que andamos o tempo todo com celulares superpotentes nas mãos, como se eles fizessem parte do nosso corpo?  Ela fez alguma coisa “errada”?

Depois de condenar o fato de uma mulher tirar fotos nua, o tribunal começou imediatamente a fazer outros julgamentos. “Ah, mas ela não está depilada o suficiente”. Ou ela não está depilada do jeito “certo”. Bem, patrulha com os pelos púbicos dos outros? De novo? Sempre que uma mulher posa nua e não está seguindo a “depilação da moda” (sim, isso existe) ela vai ser condenada por isso? Socorro. Não basta ser linda (e ela é) é preciso estar com a depilação que você, que não a conhece e viu a foto, considera adequada.

Em que anos estamos? O advogado da atriz disse que as fotos eram para “uso do casal”. Tudo bem. Acredito. Mas e se não fosse? Qual o problema? Cada um se fotografa do jeito que quer. Ou melhor, cada um faz com o seu corpo o que tem vontade, certo? Principalmente uma coisa que, definitivamente, não está fazendo mal para ninguém.

Normal que todos vejam as fotos. Normal a curiosidade. Normal Carolina tentar de todo jeito tirar as fotos da internet. Aconteceu um acidente (acidentes acontecem) e a reação é prevista.

E sim, quem é famoso está sujeito a ser julgado mais que os outros (ou por mais gente). Mas pelo amor à Simone de Beuvoir, que sim, já posou nua para um amigo, vamos deixar a menina em paz?

Free, Carolina Dieckmann, free!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.