Debate: o programa mais legal da TV (melhores momentos de humor)

Estadão

04 de setembro de 2012 | 16h08

O ano era 1989. Na TV, Leonel Brizola grita para Paulo Maluf: “filhote da ditadura! Filhote da ditadura!” A plateia vaia. Brizola continua, agora para o público: “vocês são todos filhotes da ditadura! Filhotes da ditadura!”

Desde então está claro que debate político é o melhor programa de humor da TV brasileira. Humor muitas vezes finíssimo, como no caso citado acima. Debate é melhor que qualquer novela, seriado gringo hype ou alguma nova fórmula de (ai) programa humorístico.

Debate é um programa tão bom que a formula não muda. Não é necessário cenário rocambolesco, novidades tecnológicas, nada. Só candidatos, assessores, mediador, jornalistas. Uma fórmula clássica que funciona desde que eu era criança e gostava de ver o Brizola na TV.

Como todo bom programa de TV, debate ficou ainda melhor com o advento do Twitter, o melhor lugar para ver televisão, como sempre repito. O que se viu ontem na tela da Rede TV e na do meu computador durante o debate dos candidatos à prefeitura de São Paulo foi o melhor programa de humor do ano. E não, eu não acho debate engraçado porque “todo-político-não presta-e só-quer-roubar “ etc e outros clichês de quem não gosta de política. Eu amo politica desde que nasci. Mas também gosto de rir.

Por isso, publico a seguir os melhores momentos do debate, pelos políticos e pelo twitter. É HUMOR. Mas é tudo verdade.

Os cabelos

Grande discussão levantada no Twitter. Gianazzi, do PSOL, tem um cabelo desconstruído tipo strokes. A maioria acha feio. Minha sugestão. Ele devia colocar uma calça skinny, uma boina, e fazer propaganda no VMB fingindo ser um integrante do Cachorro Grande. Ia pegar bem com os jovens. Outro tema levantado por @cynaramenezes: “como o Haddad penteia o cabelo?” Questão ainda sem resposta, já que o penteado é meio para frente em uma parte e para trás em outra.

As pessoas não gostam de mim porque me conhecem muito

Melhor frase da noite. De José Serra, ao tentar explicar sua grande rejeição. “Eu sou o candidato mais conhecido”. Então, vou passar a usar essa desculpa sempre que for rejeitada. “Sou rejeitada por muitos homens porque muitos me conhecem”. “Aquela amiga passou a me rejeitar porque ela me conhece bem”. Piada pronta, parafraseando o colega José Simão, o mesmo que criou o apelido “Vampiro Brasileiro”, que faz agora eu remixar o apelido e aparecer com…

Vampiro da Saga Crepúsculo

Celso Russomono parece uma outra modalidade vampiro. Poderia ser um personagem de “True Blood” ou da saga Crepúsculo. Branco, com fala lenta. Dá meio medo dele.

O motomédico

Idéia maravilhosa do candidato Levi Fidelix. Médicos que atendam de moto! Aí alguém no twitter escreveu: “vai ser ótimo, porque ele pode levar o doente para o hospital em uma maca sendo arrastada pela rua.”

O figurino da Soninha

A candidata usou um blazer branco com modelagem anos 80 segundo o @sorryperiferia ela estava “vestida de Roberto Carlos  em dia de especial de fim de ano.”

Tem como não amar debate?

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.