A Nana Gouveia é o novo Gerald Thomas. Duvida?

Estadão

01 de novembro de 2012 | 16h47

O ensaio quase sensual que a atriz, modelo e eternamente subecelebridade Nana Gouveia fez em Nova York, usando cenas da cidade devastada como cenário, é o assunto do dia desde ontem. Não sem razão. A moça usar a tragédia para se promover é de um absurdo tão absurdo que, bem, é absurdo.

Mas ela não é a primeira a surtar em tragédias internacionais, não (e TODO MUNDO SURTA, favor não esquecer). Vocês se lembram do Gerald Thomas no 11 de setembro de 2001? Não? Pois eu sou velha e lembro muito bem. Mais que isso, eu TENHO O DVD (onde?) como prova. O dramaturgo, que morava em Nova York, ficou super abalado com a tragédia, que assistiu da janela do seu apartamento. Normal. Qualquer um surtaria. Ele resolveu ser voluntário e ajudar os bombeiros (legal). Mas eis que Gerald gravou um vídeo (o que eu tenho guardado em algum lugar) lançado em um especial da “Caras”.

Dá-lhe fotos do Gerald posando vestido de bombeiro, Gerald com capa amareça, Gerald com cara de desespero, Gerald ajudando as pessoas na rua. Por que ele fez isso? Eu sei lá!! Os ensaios eram um pouco diferentes. Nana está sensual (ela é modelo). Gerald está sofrendo (ele é dramaturgo). Mas dá no mesmo. E o intelectual de vanguarda foi mesmo de vanguarda! Antes do Facebook, do Twitter e do Instagram, ele foi lá e expôs seu sofrimento para todo mundo. “Não basta viver, tem que fotografar”, sempre diz minha amiga Jô. Gerald fez isso antes de Nana, antes de nós mesmos fotografarmos a água alagando a nossa rua quando chove muito. Nana Golveia é o novo Gerald Thomas. E Gerald Thomas é mesmo DE VANGUARDA! Quem duvida?

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.