Veja o trailer do documentário ‘B1 – Tenório em Pequim’

'B1 - Tenório em Pequim', produção nacional que estreia hoje, mostra a trajetória do judoca cego Tenório, dos treinos até chegar à final dos Jogos Paraolímpicos de Pequim

Estadão

03 de setembro de 2010 | 00h36

Aos 13 anos, durante uma brincadeira com estilingue, uma semente de mamona acertou o olho esquerdo de Antônio Tenório da Silva. O acidente fez com que o garoto perdesse a visão esquerda. Mas o que já era triste ficou ainda pior. Seis anos depois, uma infecção afetou o olho direito do rapaz, então aos 19 anos, e acabou por cegá-lo de vez.

A tragédia acabaria por dar origem a uma comovente história de superação. Nascido em São Bernardo do Campo, Antônio Tenório seguiu os conselhos do pai, foi lutar por sua independência e se tornou judoca profissional. Hoje, ele é um dos atletas deficientes mais respeitados do mundo e três vezes vencedor da medalha de ouro em Paraolimpíadas.

Essa fascinante história é contada no documentário ‘B1 – Tenório em Pequim’, produção nacional que estreia hoje, mostrando a trajetória de Tenório, dos treinos até chegar à final dos Jogos Paraolímpicos de Pequim, na China, em 2008.

Veja o trailer do filme:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.