Zé Henrique e Gabriel lançam clipe de ‘Por baixo ou por cima’

Cristiane Bomfim

25 de setembro de 2012 | 00h56

POR CRISTIANE BOMFIM
cristiane@gmail.com

Zé Henrique e Gabriel lançaram na tarde de ontem, 24, o clipe da música Por baixo ou por cima. Ela faz parte do novo álbum da dupla e tem a participação especial de Jorge e Mateus, que serão convidados subir no palco para interpretar a canção também no terceiro DVD da carreira da dupla. A previsão é que o trabalho seja gravado em novembro na cidade de Viçosa, em Minas Gerais.

“Ainda não está certo. A ideia inicial era gravar em setembro”, diz Zé Henrique. Também foram convidados João Bosco e Vinícius ­– que participam na faixa Chegou o sol –, a duplos Rafael Libi e Felipe, que assinam quatro das 12 faixas que fazem parte do novo CD, e João Pedro. Este último é o filho mais novo Zé Henrique. O cantor Latino poderá ser convidado. “Fiz uma música para ele e gostaria que ele participasse, mas ainda não fiz o convite”, disse Zé Henrique.

A dupla que gravou o primeiro – de oito – discos em 2002 aposta no projeto CD + DVD de 2012 para deixar de ser uma dupla de fãs fiéis, mas ainda sem reconhecimento nacional. A meta, agora, é conquistar o público de outros artistas. Principalmente o do dito “sertanejo universitário”. “Não queremos só o nosso público. Queremos que o público mais jovem também conheça nosso trabalho”, explica Gabriel.

Para isso, apostaram na receita batida mais rápida, letras com temas mais jovens  e dançantes (para não dizer: a fórmula básica do sertanejo universitário). A mudança pode causar estranheza em quem se acostumou com o lado romântico da dupla responsável por sucessos como: Morro de saudade, Solidão dando risada e Você é a dona do meu coração. Mas eles se dizem preparados para as possíveis críticas.

“Temos que ousar às vezes. Para você conquistar pessoas novas, atrair coisas novas, você tem que ousar, fazer algo diferente”, disse Zé Henrique.

 Amanhã, eu posto o resto da entrevista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.