‘Open bar’ de Roger e Rogério surgiu nos 47 minutos do segundo tempo

Cristiane Bomfim

16 de maio de 2012 | 01h10

Por Cristiane Bomfim

Divulgação/site da dupla

Open Bar, música que dá nome ao CD e DVD lançados em março por Roger e Rogério, não estava cotada para fazer parte do trabalho. A canção chegou aos ouvidos dupla duas semanas antes da gravação – como eles dizem, aos 47 minutos do segundo tempo. “E aí não teve jeito. Tudo mudou e tivemos que colocar ela no repertório”, conta Rogério. A versão original, eles contam, sofreu uma pequena mudança: o ritmo sertanejo se misturou com a música eletrônica, graças ao toque da DJ Barbara Sassi.

A música agora é o carro chefe da dupla e faz parte da programação das rádios e baladas de São Paulo. Está conhecida até no exterior, fato que surpreendeu Roger e Rogério, enquanto viajavam na primeira turnê pelos Estados Unidos, em abril deste ano.

“Não imaginávamos que todo mundo saberia cantar nossas músicas. Estávamos até um pouco apreensivos”, confessa Roger. “Uma coisa é quando artistas já consagrados fazer shows fora do País. Nós já somos conhecidos, mas ainda não estamos no mesmo patamar que Gusttavo Lima, por exemplo. E a surpresa foi ótima”, completa ele que já tem 11 anos de carreira ao lado de Rogério e cinco álbuns gravados.

Foram quatro shows. O primeiro foi na cidade de Newark, em Nova Jersey. Depois vieram as apresentações em Bridgeport, Philadelphia e Revere. Todos para brasileiros. No repertório, além de Open Bar, estavam as animadas Tô na boa, Pegada do bebê e Bora zuar.

Os clássicos do sertanejo como Ainda ontem chorei de saudade, Telefone mudo e Fio de cabelo também não ficaram de fora e, a partir do segundo show, tiveram que dividir espaço com a famosa No dia em que saí de casa, música tema do filme Dois Filhos de Francisco, que conta a história de Zezé di Camargo e Luciano.

“Alguns brasileiros estão nos Estados Unidos a pouco tempo. Outros, por mais de 10 ou 15 anos e muitos não podem voltar ao Brasil para rever a família ou amigos. Sabemos que bate aquela saudade e essas músicas fazem chorar mesmo”, conta Rogério.

Depois de uma semana no exterior, a dupla cumpre agenda média de 15 shows na cidade e a divulgação do novo trabalho. O CD e DVD Open Bar foi gravado em outubro do ano passado na Estância Alto da Serra, em São Bernardo, na região metropolitana de São Paulo. O diretor executivo do trabalho é Carlos Lorenceto e a produção musical de David Filho. Tanto CD quanto DVD têm 20 faixas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.