O quanto pesa o roqueiro na dupla Edson e Hudson

Cristiane Bomfim

05 de setembro de 2011 | 19h17

Por Cristiane Bomfim

Quando Hudson se despediu oficialmente de Edson naquele 31 de dezembro de 2009, em um show de fim de ano na Avenida Paulista, em São Paulo, a pergunta que empresários, produtores e pessoas que acompanharam a carreira de Edson e Hudson se fizeram foi: “será que Edson vai dar conta do recado sozinho?” Alguns duvidaram às escondidas.

Também não faltou quem criticasse Hudson por abandonar o estilo musical que o levou ao sucesso e ao reconhecimento. Afinal, como depois de tantos anos ganhando dinheiro com a música sertaneja, o cara afirma que sua praia sempre foi o rock?

A verdade é que Hudson tem grande colaboração para o sucesso da dupla. Se a palavra mais usada pelos novos artistas do gênero é ‘diferencial’, podemos dizer que o irmão roqueiro era quem dava uma pegada diferente às músicas. Hudson era o diferencial. A presença da guitarra e a levada mais dançante e menos cafona dadas às letras que com outros artistas seriam sempre o mais do mesmo é responsabilidade de Hudson.Exemplo é o solo na música Pra não chorar:

Na semana passada, Edson e Hudson anunciaram que voltariam a cantar juntos. Marcaram para amanhã (06) uma coletiva de imprensa para dar explicações à imprensa e aos fãs. A data foi cancelada e eles só devem falar sobre o assunto em 22 de outubro, antes de um show no Credicard Hall, na capital.

É inegável que o retorno da dupla é uma boa notícia para quem gosta de música sertaneja (e uma tristeza para quem gosta de rock e é leitor do Combate Rock, como disse em outras palavras Marcelo Moreira em seu blog). Mas ainda não dá para medir o quanto esse vai e volta pode afetar a dupla. Nenhuma explicação foi dada sobre a retomada da união e aí podem ser várias. Hudson nunca disse não gostar do estilo musical que o consagrou, mas admitiu sua preferência pelo rock. Deixou o irmão e quando seu projeto solo deu errado, voltou correndo.

Para quem não conhece a versão rock de Hudson, copiei dois vídeos selecionados pelo blog Combate Rock:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: