Leonardo deixa palcos em 2014 e já prepara seu sucessor

Cristiane Bomfim

26 de março de 2012 | 23h23

Por Cristiane Bomfim

O cantor Leonardo pretende deixar os palcos para investir na carreira do seu quarto filho, José Felipe, que hoje está com 14 anos. A intenção do sertanejo é cantar por mais um ano e meio, até completar 50 anos. “Estou pensando em dar um tempo nesse negócio de cantar, porque em dois anos o Zé Felipe vai estar com 16 anos e ele canta muitíssimo bem. E eu não deixei ele se apresentar em lugar nenhum ainda. Estou preparando ele”, contou.

Perguntado se José Felipe está sendo preparado para ser seu substituto, Leonardo deu a entender que sim. “Não tem jeito. Não é que eu queira. É o povo que quer. Hoje em Goiânia, minha casa fica cheia de gente o dia inteiro para ver ele cantar. E ele é um moleque muito carismático e é isso que ele quer. Então, se dependesse de mim, eu não queria que ele fosse cantor. Eu queria que ele fosse estudar. Mas não depende de mim, então eu vou dar força”, explicou.

Na sexta-feira, Leonardo fez sua terceira apresentação no Centro de Tradições Nordestinas (CTN), na zona norte da capital. O primeiro show na casa foi em 2008.  Subiu no palco depois da 1h para cantar seus sucessos para mais de 4 mil pessoas. Muitas delas tinham chegado assim que a casa abriu para ficar na primeira fila. A taxista Fátima Pinto Teixeira, de 44 anos, chegou às 20h. Ela garante que vai em 4 ou 5 shows do artista por ano e sempre se emociona. “Amo. Amo. Amo o Leonardo. Acompanho ele desde quando ele cantava com o Leandro”, contou quase aos berros enquanto discava para a irmã, que mora em Pernambuco. “Quero que ela ouça um trechinho da música”, explicou.

[galeria id=2500]

E são shows como o de sexta, onde o público se sente mais livre para pular, gritar e cantar, que Leonardo prefere. “Eu prefiro cantar em praças públicas. Vou fazer 30 shows no Nordeste em junho. Então, são 50 mil pessoas por apresentação. No mínimo. É uma loucura. O povo vai, o povo chora, o povo canta e grita. Então o artista sai com a alma lavada. Já em casa fechada é preciso tomar mais cuidado. É um trem mais ensaiado. O show é menos a vontade, mesmo com a bagagem de carreira, a gente acaba entrando com um pé atrás. Num show de praça pública, a gente entra ganhando de 3 a zero”, disse.

No meio da apresentação, Leonardo convidou a dupla Maria Cecília e Rodolfo para dar uma palhinha.  O casal estava assistindo o show do camarote.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: