Fernando e Sorocaba são capa do caderno C2+Música do Estadão

Cristiane Bomfim

11 de abril de 2013 | 18h56

POR CRISTIANE BOMFIM
(cristiane@gmail.com)

 Dupla dinâmica. Fernando e Sorocaba em SP - Márcio Fernandes/AE

Para quem não viu, o caderno C2+Música do jornal O Estado de São Paulo, mais conhecido por todos nós como Estadão, publicou em sua capa uma matéria sobre a dupla Fernando e Sorocaba. A entrevista foi feita por mim dois dias antes na casa do Sorocaba. E as fotos são do Marcio Fernandes, com quem eu já tinha tido o prazer de trabalhar na época do Jornal da Tarde.

O título é “Como ser grande” e o link é esse aqui: http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,como-ser-grande,1017548,0.htm. Segue um trechinho, como aperitivo:

De repente, duas bolhas gigantes de material sintético surgem no palco da dupla Fernando e Sorocaba. Aos gritos e com os celulares erguidos, fãs incrédulos olham sem saber o que pode acontecer. Fernando entra em uma, Sorocaba em outra, e os dois começam a andar sobre o mar de gente, conduzidos por mulhares de braços como se flutuassem pela plateia. Uma cena impressionante que a banda de rock norte-americana Flaming Lips imortalizou em seus shows era protagonizada pela primeira vez por uma dupla sertaneja que não para de inventar moda e reinventar um modelo de negócio do show biz nacional. Bolha, grua, teletransporte, abertura de show com tecnologia 4D. A cosmética de Fernando e Sorocaba ainda não é o mais importante. Em tempos de crise batendo à porta do entretenimento de massa, eles aparecem no palco e fora dele com a mesma habilidade para fazer dinheiro.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: