Ângela Maria ganha homenagem aos 60 anos de carreira com participação de sertanejos

Cristiane Bomfim

13 de maio de 2013 | 09h00

POR CRISTIANE BOMFIM
(cristiane@gmail.com)

Divulgação

No dia em que comemora 84 anos de idade, a cantora Ângela Maria será homenageada em uma festa para 500 convidados – alguns deles ilustres – em um clube tradicional na capital paulista. O evento foi organizado pelo amigo e produtor Sebah Vieira para celebrar outro feito importante da diva da música popular brasileira: em 2013, ela completa 60 anos de carreira.

Será como uma festa de debutante com direito a vestido, trono e até coroação feita por Neymar, o craque do Santos. Mas as homenagens não param por aí. Chitãozinho e Xororó, Sérgio Reis, Rick e Renner, Cauby Peixoto, Agnaldo Rayol, Wanderléa, Jair Rodrigues, Agnaldo Timóteo e Moacyr Franco foram os artistas escolhidos para interpretar canções que foram sucessos na voz de Ângela Maria. Ela só deixará a plateia na hora de cantar – ao lado dos convidados – “Se todos fossem iguais a você”. 

“Ela é um ícone. Foi eleita como rainha do Rádio por três vezes. A festa é mais do que merecida”, conta Sebah, que teve um mês para os preparativos. “Ela disse que faz aniversário no dia 13 de maio e eu prometi que faria a festa. No começo ela achou que eu estava brincando. A ficha só caiu duas semanas atrás quando os artistas começaram a confirmar presença”, conta o produtor artístico que trabalha com o resgate da cultura musical brasileira.

Sebah explica que a escolha dos convidados que subirão no palco levou em consideração a amizade e o respeito no meio, além (é claro) da capacidade que eles terão de divulgar o nome da Ângela Maria através da música.

Chitãozinho e Xororó, por exemplo, irão cantar “Último Desejo”. “Ela começou em um tempo muito mais complicado que o nosso. Se manter todos esses anos e ser admirada pelas gerações seguintes só acontece com quem tem talento. E eu me sinto orgulhoso e privilegiado de poder participar dessa festa”, contou Chitãozinho ao blog. Em 1990 a dupla regravou “Gente Humilde”, que tinha sido sucesso na voz da cantora. “Que eu me lembre, só gravamos essa”, puxou na memória o segunda voz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.