A Saudade na Fotografia Brasileira

A Saudade na Fotografia Brasileira

Mônica Zarattini

22 Janeiro 2015 | 09h53

Convento de São Francisco e o mar, vistos da ladeira do Seminário de Olinda Recife, PE, 1942 Impressão fotográfica sobre lona Acervo Fundação Joaquim Nabuco

Foto de Benício Dias.
Convento de São Francisco e o mar, vistos da ladeira do Seminário de Olinda
Recife, PE, 1942
Impressão fotográfica sobre lona
Acervo Fundação Joaquim Nabuco

 

Até dia 8 de março, no Itaú Cultural, o visitante poderá mergulhar na poética de imagens produzidas entre a década de 30 do século passado até os dias de hoje. O tema é a saudade. Sob curadoria de Diógenes Moura, a exposição abriga 110 imagens de 36 artistas da fotografia, registros autorais e pessoais, documentais ou ensaístas. Ele organizou um percurso para a mostra, sem ordem cronológica, mas, sim, sensorial, agrupando as imagens nas epígrafes Diante do limiar,  Devaneio do flâneur,  Fantasmagoria,  Levar o véu,  A poética da dormência  Árida como a morte.

História, solidão e memória afloram nas imagens de representativos fotógrafos brasileiros. Essa pequena seleção, feita aqui, é para dar água na boca e querer ver mais: Ademar Maraniri, Alexandre Bérzin, Benício Dias, José Yalenti, Juventino Gomes, Lita Cerqueira, Luis Braga, Márcio Lima, Voltaire Fraga, Wagner Almeida e Walda Marques e muitas outras feras.

A Arte da Lembrança – A Saudade na Fotografia Brasileira abre para visitação no sábado , dia 24 de janeiro, às 14 horas. Encerra em 8 de março.

 

Evanescente (1945) Vintage. Gelatina e prata sobre papel Acervo Banco Itaú
Foto de José Yalenti. Evanescente (1945)
Vintage. Gelatina e prata sobre papel
Acervo Banco Itaú

 

Praça da Sé Salvador, 1945 Pigmento mineral sobre papel algodão Coleção Aroldo de Oliveira Peixoto

Foto de Voltaire Fraga.
Praça da Sé
Salvador, 1945
Pigmento mineral sobre papel algodão
Coleção Aroldo de Oliveira Peixoto

 

Cristaleira do Hotel Farol Ilha de Mosqueiro-PA, 2007 Pigmento mineral sobre papel algodão Coleção do artista

Foto de Luiz Braga.
Cristaleira do Hotel Farol
Ilha de Mosqueiro-PA, 2007
Pigmento mineral sobre papel algodão
Coleção do artista

 

Carnaval, Recife, PE (década de 1940) Pigmento mineral sobre papel algodão Acervo Fundação Joaquim Nabuco

Foto de Alexandre Bérzin.
Carnaval, Recife, PE (década de 1940)
Pigmento mineral sobre papel algodão
Acervo Fundação Joaquim Nabuco

 

O Graff Zeppelin sobrevoando o bairro do Recife Entre 1930 e 1937 Pigmento mineral sobre papel algodão Acervo Fundação Joaquim Nabuco

Foto de Juventino Gomes.
O Graff Zeppelin sobrevoando o bairro do Recife
Entre 1930 e 1937
Pigmento mineral sobre papel algodão
Acervo Fundação Joaquim Nabuco

 

Aquela Música que Escutei (tríptico) São Francisco do Conde-BA, 2009 Pigmento mineral sobre papel algodão Coleção do artista 44. Mesa,

Foto de Márcio Lima.
Aquela Música que Escutei (tríptico)
São Francisco do Conde-BA, 2009
Pigmento mineral sobre papel algodão
Coleção do artista

 

Lambe-Lambe Terreiro de Jesus, Salvador-BA, 1976 Pigmento mineral sobre papel algodão Coleção da artista

Foto de Lita Cerqueira.
Lambe-Lambe
Terreiro de Jesus, Salvador-BA, 1976
Pigmento mineral sobre papel algodão
Coleção da artista

 

Foto de Wagner Almeida. Série Livrai-nos de todo mal 2013/2014 Pigmento mineral sobre papel algodão Coleção do artista

Foto de Wagner Almeida.
Série Livrai-nos de todo mal
2013/2014
Pigmento mineral sobre papel algodão
Coleção do artista

 

 

Série Expia Marajó – Recordações: a carta, a noiva e a penteadeira 2004/2014 Técnica mista Coleção da artista

Foto de Walda Marques.
Série Expia Marajó – Recordações: a carta, a noiva e a penteadeira
2004/2014
Técnica mista
Coleção da artista

 

Passarela – Largo Ana Rosa São Paulo, SP, ca. 1950 Vintage. Gelatina e prata sobre papel Acervo Banco Itaú 02. Sem título, ca. 1950 Vintage. Gelatina e prata sobre papel Acervo Banco Itaú

Foto de Ademar Maraniri.
Passarela – Largo Ana Rosa
São Paulo, SP, ca. 1950
Vintage. Gelatina e prata sobre papel
Acervo Banco Itaú

 

Curadoria: Diógenes Moura

Projeto, pesquisa e textos: Diógenes Moura e Samuel de Jesus
Projeto Expográfico: Marta Bogéa e Anna Helena Villela,
com Izabel Barboni Rosa e Liz Arakaki

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777

 

 

 

 

 

 

 

Mais conteúdo sobre:

DiógenesIMSMourasaudade