mentira de verdade

mentira de verdade

Marcelo Rubens Paiva

01 Abril 2011 | 12h56

Verdadeiro e mentiroso,  lado a lado.

Ou seria o contrário?

Minha visão de VIPs – HISTÓRIAS REAIS DE UM MENTIROSO, livro da minha amiga MARIANA CALTABIANO, que conheci ainda nos originais:

O personagem, Marcelo da Rocha, era um espertalhão que só queria se dar bem, e aplicava os golpes mais criativos.

Como se fazer passar pelo desconhecido filho do dono da GOL num Carnaval de Pernambuco, policial, guitarrista de rock, olheiro da seleção e líder do PCC.

Um gordinho bonachão, como sugere a capa que imita uma revista de celebridades.

Li o livro rolando de rir.

Tinha uma brasilidade nele que ampliava todas as loucuras que já vimos por aí e que fazem parte da nossa rotina: a malandragem.

Defeito que é a virtude e essência do brasileiro.

E ironizava a elite VIP dos “esquemas”, outro fenômeno nosso, que divide o cidadão em normais e VIPs.

A visão dos roteiristas do filme VIPs, como o grande Bráulio Mantovani, difere do astral do livro.

Exploram a psicose de um mentiroso contumaz.

Repare no olhar vidrado de Wagner Moura.

Seus delírios hamletianos, com um pai inventado, o passado desconhecido da mãe, o que não tinha no livro, transformam MARCELO num cara problemático, com um ódio interno que justifica a aplicação seus golpes.

Afinal, a mitomania é uma patologia, não uma brincadeira.

São duas versões sobre o mesmo cara.

Duas visões de uma mesma história.

MARIANA, que foi um prodígio na publicidade, produz, dirige e escreve filmes, resolveu então registrar a sua versão do livro e fez paralelamente ao longa da O2, dirigido por TONIKO MELO, o documentário Vips – Histórias Reais de um Mentiroso, que só passou em festivais.

Mas vivia o dilema de onde exibi-lo e quando, para não atrapalhar a carreira do longa baseado na sua obra.

A partir de hoje, 1º de abril, dia da mentira, podemos assisti-lo de graça.

Não é mentira!

Numa coincidência incrível, faz aquilo que sugeri no post anterior [que foi coluna do CADERNO 2 de sábado].

O documentário sobre as histórias vividas por Marcelo Nascimento da Rocha, que ainda está preso,  pode ser baixado ou visto gratuitamente online [patrocinado pela Oi ] a partir de hoje no site:

www.filmevips.com.br

Olha aí uma saída para se combater a pirataria.

Sugestão que a indústria pode experimentar, antes que perca a guerra.

+++

Alguns leitores me corrigiram.

THE COVE passou no Brasil no festival de cinema de documentário, É TUDO VERDADE, e está no YOUTUBE na íntegra.

Nem é preciso pirateá-lo.

+++

Tô achando que a TERRA não é tão feia assim.

Pode ser mentirinha da AGÊNCIA ESPACIAL EUROPÉIA.

Mas se for de fato nesta forma de tubérculo amassado que sobrou da xepa, por isso que “eles” ainda não fizeram contato.