Uber para todos

Marcelo Rubens Paiva

29 Outubro 2015 | 11h46

Foi lançado o Uber dos deficientes.

 

 

A ideia veio de deficientes franceses: Wheeliz.

País em que não se encontra táxi em qualquer esquina, quiçá acessível para cadeira de rodas.

E mostra que é o começo de uma revolução: em que haverá “Ubers” específicos para cada público, nicho de mercado, especificação, que atendará a TODOS os clientes em potencial.

Já que o Uber não tem a opção carro para cadeirantes, um aplicativo criado na França coloca em rede deficientes que tenham carros e possam alugar para outros deficientes.

O Wheeliz é uma “sociedade” lançada neste ano.

Começou em abril com 50 veículos cadastrados.

Hoje já são 1.200 carros cadastrados espalhados por toda a Franca, da zona rural às grandes cidades.

É útil especialmente a deficientes que viajam a trabalho ou lazer.

O preço do aluguel é bem mais barato que o de locadoras de carros que até oferecem em alguns lugares serviços de carros adaptáveis, como a Hertz.

E o aplicativo é capaz de, com a taxa, fazer um seguro ao proprietário.

Wheeliz quer expandir e aí sim ser o Uber dos deficientes: criar uma rede de carros com motoristas para atender especificamente este público

Bem-vindos…

Tomara que a ideia pegue por outros países.