SP sedia o Festival Internacional de Mulheres no Cinema

SP sedia o Festival Internacional de Mulheres no Cinema

Marcelo Rubens Paiva

02 Julho 2018 | 13h06

Começa o Festival Internacional de Mulheres no Cinema, FIM18.

Entre 4 e 11 de julho no Cinesesc e Espaço Itaú-Augusta, em São Paulo.

O nome FIM não é à toa.

Quer-se o fim da sub representatividade das mulheres e do predomínio masculino atrás das câmeras e no mercado cinematográfico.

É a primeira edição da mostra competitiva, nacional e internacional, de longas dirigidos por mulheres.

Diretoras como Julia Rezende, Lúcia Murat, Alice Riff, Amanda Kamanchek, Bia Lessa, Eliane Caffé, Fernanda Frazão, Lívia Perez, Mônica Simões e Susanna Lira presentes.

Tereza Villaverde (Portugal), Ursula Meier (Suíça), Naomi Kawase (Japão), Léonor Serraile (França), María Novaro (México) e Kris Niklison (Argentina) estão na competitiva internacional.

Destaque também para A Moça do Calendário, de Helena Ignez (de 2017).

Na abertura, Que Língua Você Fala?, primeiro filme da artista plástica Elisa Bracher, documentário que cruza Brasil, Índia e Inglaterra sobre o atual movimento migratório.

Monique Gardenberg encerra a mostra dia 11 com Paraíso Perdido (de 2017).

O público escolhe o filme vencedor, e a produção ganha R$ 15 mil.

Em foco a diversidade cultural, social e étnica: Zezé Motta, de Xica da Silva de 1976, e Quilombo de 1984, de Cacá Diegues, é homenageada.

Promovem-se também debates e cursos com profissionais mulheres que trabalham em vários estágios da produção cinematográfica, da criação, direção, distribuição à crítica.

Programação completa: http://fimcine.com.br/br/pag/festival

Iniciativa da Casa Redonda, Associação Cultural Kinoforum, Grupo de Mulheres do Audiovisual, Avon e Sesc SP.