Refugiados dão cursos de línguas

Refugiados dão cursos de línguas

Marcelo Rubens Paiva

02 de agosto de 2016 | 12h15

Tajine de Poulet

Tajine de Poulet

 

Refugiados dão cursos de línguas em SP.

E cultura, incluindo culinária, lógico.

A ideia é genial.

E um gesto humanitário, em que muitos saem ganhando.

Endereço: Rua Baronesa de Itu, nº 639, Santa Cecília.

São professores refugiados.

Dão aulas de aulas árabe, francês, inglês e espanhol, e ensino de cultura africana, árabe, haitiana ou sul-americana na BibliASPA, centro de pesquisa que, entre outras atividades, oferece apoio e suporte para os refugiados.

A designer Verena Moraes frequenta aulas de francês básico com cultura marroquina e aprendeu a fazer um prato típico, Tajine de Poulet.

Geovanna Venâncio, de 17 anos, faz curso intensivo de inglês com cultura africana. Aprendeu com seu professor camaronês a fazer um prato local, Rice and Beans.

As inscrições para vão até o dia 13 de agosto

Vão até 9 de dezembro de 2016.

São sete possibilidades de cursos:

  1. Nível básico ou intermediário, com opção de escolha entre aulas de língua francesa e cultura africana, ministradas por um professor senegalês.
  2. Língua francesa e cultura árabe, por um professor marroquino.
  3. Língua francesa e cultura haitiana, com um professor haitiano.
  4. Língua inglesa e cultura africana, com um professor camaronês.
  5. Língua inglesa e cultura árabe, com um professor sírio.
  6. Língua e cultura árabe, por professores palestino e sírio.
  7. Língua espanhola e cultura sul-americana, com uma professora chilena.

Opções de horários são terças e quintas-feiras, das 17 às 19 horas ou das 19h30 às 21h30; às quartas e sextas-feiras, das 17 às 19 horas ou das 19h30 às 21h30; e aos sábados, das 10 às 12 horas, das 12h30 às 14h30, das 14h30 às 16h30 ou das 16h30 às 18h30.

Custo?

De R$700 à vista, ou 2x de R$375, pelo semestre.

Benefícios? Não têm preço.

Inscrições e informações adicionais: www.bibliaspa.org

Tendências: