Protesto na CNN

Protesto na CNN

Marcelo Rubens Paiva

19 de agosto de 2014 | 21h57

 

Mais de mil manifestantes protestaram em frente à sede da CNN, em Atlanta.

Foi depois da marcha em memória ao adolescente de Missouri, Michael Brown, baleado por um policial.

Segundo o protesto, a emissora faz uma cobertura duvidosa do incidente, ao apontar Brown como ex-criminoso.

O hashtag #ItsBiggerThanYou [isso é maior do que você] virou a palavra de ordem dos manifestantes, que criticam a CNN por dar ênfase ao passado com problemas com a Justiça de Brown, morto desarmado pelo policial branco Darren Wilson.

Bombas de gás, Força Nacional envolvida, repressão policial desproporcional, ameaça a jornalistas e protestos em frente a uma emissora de TV.

Cenas familiares…

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.