Obra-prima teatral no Theatro Municipal

Obra-prima teatral no Theatro Municipal

Marcelo Rubens Paiva

30 de setembro de 2019 | 10h54

O Theatro dos balés, shows, óperas, orquestras, premiações e eventos apresenta teatro.

E espetacular.

Teatro no Municipal recebe o espetáculo teatral mais fascinante dos últimos tempos, PI – Panorâmica Insana, que esteve em cartaz no Teatro Novo e viaja o Brasil; ficou no Teatro Guaíra, em março, durante o Festival de Curitiba.

De Bia Lessa, em cima de uma criação coletiva que casou elenco e dramaturgia, o texto faz uma colagem de textos de Júlia Spadaccini, Jô Bilac, André Sant’anna, Franz Kafka, Paul Auster e improviso.

Cláudia Abreu, Leandra Leal, Luiz Henrique Nogueira e Rodrigo Pandolfo interagem sobre centenas de roupas que vestem, trocam, como parte do cenário, que lembra um lixão, sob a luz do genial Wagner Freire.

Pessimismo, distopia, bala perdida, o fim está próximo, imigrantes naufragam, desigualdade social, guerras, feminicídio… Tudo está lá.

Cláudia Abreu chega a interromper o espetáculo e indaga a plateia sobre o que é Deus e o que é o amor. Poucos ousam responder.

O melhor do teatro brasileiro num palco ícone da nossa cultura. Ao som de uma trilha que abraça o público, de Dany Roland, a peça vai do cômico, drama, trágico ao absurdo.

“Esse espetáculo é sobre nós. Criamos um mundo que não nos serve, algo precisa ser feito.”, disse Bia Lessa.

Nascimento e morte, iniciação sexual e degeneração, riqueza e miséria, saúde e doença, guerra e paz, amor e desamor, loucura e lógica… Os temas se sucedem, se atropelam. Negam-se.

A melhor parte: Ingressos a R$ 5, e ainda tem. É só hoje, segunda-feira, 30/09, às 20h.

Tendências: