O novo show de Jerry Lewis

Marcelo Rubens Paiva

21 Dezembro 2016 | 11h35

Andy Lewis, repórter do The Hollywood Reporter, fez um papelão quando tentou entrevistar Jerry Lewis.

Desconhecia como é o público de Jerry e em que ano ele foi a Las Vegas na primeira vez.

A lenda da comédia e do show não deixou barato.

Primeira pergunta: “Você não pensa em se aposentar?”

Como assim, você vem à minha casa, com esta equipe enorme, e me pergunta, só porque tenho 91 anos, se não devo me aposentar? Acabei de fazer um filme. Faço shows ainda em Las Vegas. Escrevo roteiros e estou filmando outro.

“O que leva pessoas como você com mais de 90 anos a continuar trabalhando?”

“Como são suas performances, limitadas por causa da idade?”

Tem entrevistas que o entrevistado se arrepende de ter agendado, assim que a equipe chega.

Tem equipes enxutas, ágeis, e tem aquela que bagunçam a casa toda, traz muita gente, fãs-amigos, muitas câmeras.

E tem entrevistas que o entrevistado se arrepende de ter concordado, assim que a primeira pergunta é feita.

O mau-humor é inevitável.

São sete minutos hilários em que Lewis, impaciente, responde com sim, não e por quê.

Diz que Las Vegas de 1947 é igual a de hoje.

O repórter, que fazia uma matéria sobre pessoas com mais de 90 anos que trabalham, repete em voz alta as respostas dadas, denunciando insegurança.

Faz perguntas óbvias: se sente falta de seus antigos parceiros, qual deles foi o que faz mais falta, quem é seu público ou o que conselho daria a jovens que querem entrar no showbiz.

“Que arrumem um trabalho normal.”

Jerry imita a risada do entrevistador.

Para alguns, Jerry Lewis é um velho ranzinza que deu uma das piores entrevistas da vida.

Mas podemos ver de outra forma.

É um veterano recebendo um dos piores e mal informados repórteres da sua vida.

Perguntado qual foi a pior perfomance da vida, Jerry responde sem pensar duas vezes: “Esta”.

 

http://www.hollywoodreporter.com/news/jerry-lewis-interview-painful-awkward-awful-7-minutes-watch-957115