magia negra

magia negra

Marcelo Rubens Paiva

20 de novembro de 2013 | 21h31

 

Escreveu meu amigo SÉRGIO VAZ, da Cooperifa.

E PUBLICO EM NEGRITO:

 

Magia negra era o Pelé jogando futebol, Cartola compondo o mundo é um moinho. A Travessia de Milton nascimento. 
Magia negra é o poema de Castro Alves e o samba de Jovelina…
Magia negra é Djavan, Emicida, Racionais MC´s, Thalma de Freitas, Simonal. 
Magia negra é Drogba, Fela kuti, 
Magia negra é dona Edith recitando poesia no Sarau da Cooperifa. 
Carolina de Jesus é pura magia negra. Garrincha tinhas 2 pernas mágicas e negras. James Brow e Milton Santos é pura magia.
Não posso ouvir a palavra magia negra que me transformo num dragão.
Michael Jackson e Michael Jordan é magia negra. 
Cafu, Milton Gonçalves, Ruth de Souza, Dona Ivone Lara, Jeferson De, Jorge Mendonça, Daiane dos Santos é magia negra.
Magia Malê Luísa Mahin Calafate.
Fabiana Cozza, Machado de Assis, James Baldwin, Alice Walker, Nelson Mandela, Tupac, isso é o que chamo de escura magia.
Magia negra é Malcon X. A Marcha de Harry Belafonte e Martin Luther King. 
Mussum, Zumbi dos Palmares, João Antônio, Candeia e Paulinho da Viola. Usain Bolt, Elza Soares, Sarah Vaughan, Billy Holliday, Nina Simone é magia mais do que negra.
Eu faço magia negra quando danço Fundo de quintal e Bob Marley.
Cruz e Souza, Zózimo, Spike Lee, tudo é magia negra neles. Umoja, Espirito de Zumbi, Afro Koteban…
É mestre Bimba, é Vai-Vai é Mangueira, todas as escolas transformando quartas-feira de cinzas em alegria de primeira. 
Magia negra é Sabotage, MV Bill, Anderson Silva e Solano trindade.
Ondjaki, Ana Paula Tavares, João Mello… Magia negra.
Magia negra são os brancos que são solidários na luta contra o racismo.
Magia negra é o RAP, O Samba, o Blues, o Rock, Hip Hop de Africabambaataa.
Magia negra é magia que não acaba mais.

 

+++

 

No dia da consciência negra, o MAC USP, que traz uma exposição [de graça] de fotos de escravos no Brasil, estava às moscas.

Fotos em que ninguém sorri.

Livraria da Vila também vazia.

Os bares da Vila Madalena lotados.

O Brasil está virando um enorme caldo com pouca vida inteligente e muita pança.

 

 

+++

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: