Luta contra aids sofre baque

Luta contra aids sofre baque

Marcelo Rubens Paiva

18 de julho de 2014 | 12h07

 

Muitos dos mortos do voo 17 Malaysia Airlines estavam a caminho da Conferência da AIDS na Austrália.

Minha irmã Vera Paiva está lá e diz que o clima está péssimo.

Eram ativistas, cientistas e pesquisadores, como Dr. Joep Lange, entre os mortos, que ia falar hoje.

Calculam que mais de 100 membros da AIDS Society, na rota para a International AIDS Conference, que começa domingo em Melbourne, estavam no avião abatido na Ucrânia.

Como Jacqueline van Tongeren e Glenn Thomas, da OEA.

Dr. Lange, diretor do Amsterdam Institute for Global Health and Development, foi um dos pioneiros a criar métodos para tratar do HIV em países em desenvolvimento, desde 1983.

Dizia ele que se a Coca Cola chega em qualquer parte da África, o tratamento contra aids também poderia chegar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: