Grupo planta árvores no Parque Augusta

Grupo planta árvores no Parque Augusta

Marcelo Rubens Paiva

12 de fevereiro de 2015 | 10h44

louro pardo mirindiba rosa açoita cavaloIMG_1204

 

Assim como aconteceu no Largo da Batata, em que usuários começaram a plantar árvores numa área descampada inaugurada sem nenhuma preocupação com o verde, usuários do PARQUE AUGUSTA começaram de madrugada e seguiram até a manhã de ontem a plantar espécies da Mata Atlântica na área descampada, que servia de estacionamento, no grande terreno em discussão.

Elas crescem entre 15 a 20 metros. Algumas chegam a 30 m (um prédio de dez andares):

MIRIMBA ROSA

CANAFÍSTULA

LOURO PARDO

MOGNO BRASILEIRO

GUAPURUVU

AÇOITA CAVALO

ARARIBA ROSA

São árvores com 5 anos de vida que foram transportadas num caminhão e entraram pelo único portão liberado.

Algumas pesam em torno de 100 quilos.

A operação foi organizada e contou com paisagistas e botânicos.

A ação começou um dia antes, na terça, com a escolha dos lugares demarcando com uma estaca.

Ativistas começaram a cavar. Às 2h30 da manhã chegou o caminhão.

A polícia chegou a interromper os trabalhos, achando que o grupo estava devastando o Parque, cuja área verde é tombada.

Quando viu que era o contrário, deixou o grupo trabalhar.

 

IMG_1204 IMG_1198 IMG_1195 IMG_1189 IMG_1186 IMG_1163 IMG_1159 IMG_1157 IMG_1152

Tendências: