Garota de Ipanema serve de sátira a Trump

Garota de Ipanema serve de sátira a Trump

Marcelo Rubens Paiva

21 Março 2017 | 11h29

01TRUMPCLO0113_CPJ

 

Clássico de Tom Jobim ganha nova versão: The Boy From Mar-a-Lago.

Uma referência a Trump e à mansão no campo de golfe em Palm Beach (FL), Mar-a-Lago, que comprou em 1985 e costuma se hospedar.

O que ele começou a considerar a Casa Branca do Sul (construída nos anos 1920).

Michael Jackson e Lisa Marie Presley passaram a lua de mel nela.

A versão é do casal de músicos-comediantes Sandy e Richard Riccardi, especialista em paródias.

A tradução abaixo.

 

 

 

 

Alto e laranja e rico e rechonchudo

O garoto de Mar-a-Lago caminha

E quando ele passa, todos ao redor saem fora

Gastando milhões todas as férias

Ele ri enquanto ferra a nação

E quando ele passa, todos ao redor saem fora

Ah, e eu o vejo tão tenso

Como posso dizer que o odeio?

Sim, enquanto janta lagostas

E Melania fica em Nova York

A conta não é para ele, mas para mim

Quanto dinheiro ele está ganhando nas férias de golfe presidenciais

No seu próprio Mar-a-Lago na beira do mar

Oh, ele está dirigindo o país?

Como posso dizer se ele está trabalhando?

Sim, eu votaria para impeachá-lo

Mas cada dia quando eu ando por Washington

Eu não consigo encontrá-lo, ele está na beira do mar

Se ele trabalha ninguém saberá

Rindo de gastança do seu governo

Ele está livre

E me cobrando

Na beira do mar