flagrantes

flagrantes

Marcelo Rubens Paiva

31 de maio de 2010 | 11h15

Muitas vezes não sabemos como controlar as pequenas pestes que criamos e se multiplicam.

Correm, sem rumo, numa velocidade surpreendente para o tamanho.

Mexem em tudo, pedem tudo, exigem atenção.

Então, finalmente, um pai criativo encontra a solução para acalmar o seu pequeno corintiano.

Uma babá presente em cada canto.

Que dá aos pais uma pequena e momentânea folga .

E nem precisa ser patenteada.

 

jeses e joao 010jeses e joao 009jeses e joao 008jeses e joao 007

 

+++

 

Da primeira vez ele veio como carpinteiro.

Nasceu quando no céu se firmava a Estrela de Belém.

Sua vinda foi prevista por livros santos.

Caminhou, profetizou, encantou, propôs e provou de quem era filho, multiplicando os peixes.

Incomodou os poderosos, que o perseguiram e o crucificaram.

Mas ressuscitou e vive entre nós.

Muitos acreditam que ele voltará.

Será que como carpinteiro novamente?

Como caixa de banco?

Cobrador de ônibus?

Um mendigo de esquina, que ninguém leva a sério?

Um pipoqueiro?

Ou um agente da Lei, para colocar ordem nesta baderna, que é a condição humana?

Será que ele voltou?

 

jeses e joao 011

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: