Falência do discurso político: Tiririca

Marcelo Rubens Paiva

20 de agosto de 2014 | 15h03

 

FRANCISCO EVERARDO OLIVEIRA SILVA, ou melhor, Tirirca, voltou.

Sua nova propaganda eleitoral prova a falência das regras eleitorais e do jogo político brasileiro.

Enquanto esperamos há 20 anos a reforma eleitoral prometida por FHC, Lula e Dilma, tem gente que acha graça.

Terá mais de um milhão de votos, como há 4 anos?

 

https://www.youtube.com/watch?v=wbyY7KDP3bQ#t=41

 

O deputado do PR (SP) tentou isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre veículos de utilização nas atividades circenses.

Defende a classe com afinco: apresentou 37 propostas e projetos de lei, muitos pedindo benefícios aos circenses.

Sugeriu ao Ministro da Educação a inclusão de atividades circenses entre os conteúdos a serem desenvolvidos na disciplina Educação Física na educação básica.

Tenta garantir aos filhos de artistas de circo, na faixa etária de 4 a 17 anos, cuja atividade seja itinerante, vaga nas escolas pública ou particulares.

Foi arquivada a tentativa de instituir o Diploma Amigo do Circo e equiparar o trailer e o motor home à residência popular, no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV).

Solicita ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, no âmbito do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, informações sobre dados estatísticos relacionados à população cigana

Não proferiu nenhum discurso no Plenário, segundo o site da Câmara:

http://www2.camara.leg.br/

Pode ter boas intenções.

Os artistas de circo e ciganos têm alguém que os represente.

Mas a forma de se chegar lá envergonha aqueles que acreditam que o debate democrático é a maneira mais justa de se construir um país.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.