Estreia filme da categoria tem que ver

Estreia filme da categoria tem que ver

Marcelo Rubens Paiva

29 de maio de 2014 | 11h29

 

Estreia amanha um filme que destoa do padrão da produção nacional e já está na lista de um dos melhores filmes brasileiros dos últimos tempos: O Lobo Atrás da Porta.

É uma produção modesta da GULLANE, ou melhor, baixo-orçamento [não custou mais que R$ 1,5 milhão], que fura o bloqueio das comédias nacionais e mega-franquias dos super-heróis, chega em 60 salas, para ter uma carreira digna e despretensiosa, sem concessões.

É um filme policial, um filme de relação, de drama real, palpável, como uma matéria de um jornal barato, de personagens que logo serão esquecidos, substituídos por outra tragédia do subúrbio das nossas vidas.

Sobre um crime hediondo que, por engenhosidade dramática, se justifica.

Sensacional filme de Fernando Coimbra, baseado num sequestro dos anos 1960 de uma menina de 4 anos pela amante enciumada e violentada, como uma lenda urbana, conhecida como A Fera da Penha.

O filme é narrado numa delegacia por 3 personagens, num Rio de Janeiro que é figurante:

A mãe e esposa que tem uma filha sequestrada [Fabíula Nascimento]

O marido Bernardo que tem culpa no cartório [Milhem Cortaz]

E a amante Rosa [Leandra Leal], que apresenta a sua versão

Vai ter gente achando que são interpretações cheias de improvisos e cacos.

Especialmente para quem conhece o histórico do fabuloso Milhem.

Que nada. Seguiu-se à risca o roteiro.

E uma regra básica do cinema: deixe o olhar falar.

Da categoria: Tem que ver.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: