Equipe da Globo atacada no Allianz Parque

Marcelo Rubens Paiva

03 de dezembro de 2015 | 12h39

E estádio é de primeira. Já alguns torcedores…

O PALMEIRAS deu um show ontem de raça e comprometimento.

Tem um time recheado de garotos talentosos, como Gabriel Jesus, um técnico moderno, o craque da competição, Dudu, um goleiro espetacular.

E um estádio de dar inveja.

Ouvi até santistas fanáticos, como Kiko Zambianchi [cuja avó italiana era Palestra, como a minha], lamentar, dar os parabéns ao Verdão.

Mas parte da sua torcida…

O carro em que estava a equipe da GLOBO, sem o logotipo da emissora, foi atacado quando tentava entrar no estádio Allianz Parque.

Torcedores o cercaram ontem noite de quarta-feira e quase o viraram.

O narrador Cleber Machado fugiu em pânico. Deixou o local da decisão da Copa do Brasil com os comentaristas Casagrande e Caio Ribeiro, voltou correndo à sede da emissora, na zona sul.

Narrou o jogo do estúdio.

A equipe do UOL Esporte confirma.

Agora de manhã, no programa Redação SporTV, o chefe de reportagem Fábio Seixas desabafou:

“O Cleber Machado, o Caio e o Casagrande estavam indo para transmitir a partida e foram impedidos de fazer a transmissão do estádio. Tiveram que voltar e fizeram da sede da TV Globo, o que é lamentável. Torcedores cercaram o carro. São três profissionais indo trabalhar, com toda a imparcialidade que eles têm, uma marca desses três personagens, e foram impedidos… Ontem, tinha um clima muito legal dentro do estádio. É uma minoria que causa transtornos. Não houve briga de torcidas, o que é muito legal, mas ainda há alguns idiotas no entorno do estádio que causam esse tipo de confusão”.

Vai ficar por isso mesmo?

Tendências: