em férias

em férias

Marcelo Rubens Paiva

26 de novembro de 2010 | 17h44

Adios muchachos.

Vou sair por aí e volto só em janeiro.

Não levarei computador.

De trem?

Provavelmente de carro.

Não sei ainda em qual.

Posso ir de busão também.

Ou organizar o trânsito.

Chega de estreias de peças.

De filmes.

De livros.

Este ano foi carregado, mereço um desacanso.

Numa piscina.

Ou numa de água corrente.

Ou numa praia. Enfiar os pés na areia.

As rodas.

Ou em pedrinhas.

Posso fazer novas amizades.

Ou rever as antigas e ser flagrado por um paparazi.

Não me casarei. Nem serei padrinho

Nem visitarei o Papa se for para Roma. Talvez Bertolucci, e saber se ele leu meu livro.

Não passarei frio com a irmã.

Quem sabe visito a estação de metrô,  que tem o nome do meu pai.

Ou fico apenas coçando.

Trabalhar, não.

Posso até fazer um programa de índio.

Mas nada de ficar preso.

Ou evitar emoções fortes. Nos vemos em breve. Quem sabe num palco.

Ou numa plateia.

Virão relançamentos.

Documento

E novidades.

Boas festas pra vcs tb. Bom verão. Aproveitem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: