Desenho racista é retirado do Youtube

Desenho racista é retirado do Youtube

Marcelo Rubens Paiva

25 de julho de 2019 | 15h14

Imagine o plot da seguinte história.

Um anjo chamado Dina se apaixona por um príncipe que andava triste. Conseguiria ficar com ele se abrisse mão da sua beleza. Branca de cabelos castanhos, transforma-se então numa garota negra de cabelos cacheados.

Fala para o príncipe: “Eu não podia mais suportar sua dor… E agora sou feia”. Ele comenta: “Você me ama tanto que abriu mão da sua beleza por mim, Dina!”

Qualquer mente sã chamaria o autor de maluco racista.

Só que a ideia foi produzida e colocada no ar em 17 de julho no canal My Pingu TV, que tem de 722 mil inscritos no Youtube.

Trata-se da animação infantil de 13 minutos, Dina and the Prince Story, produção da Wings Animation Studio, dos Emirados Árabes.

Depois se ser visto por mais de 400 mil pessoas, a seção de comentários do YouTube deu voz a um público furioso.

“Doutrinar crianças com racismo é talvez uma das coisas mais baixas que você pode fazer.” (April Marie)

“Isso é absolutamente repugnante, pare de ensinar o racismo às crianças ou que uma determinada cor de pele é definida como ‘bonita’ e outras não.” (Ayanda Dlams)

“Isso é muito racista, ofensivo e perigoso!” (Carrie Kira).

“Eu e minha filha estávamos assistindo a isso, e eu estava pensando que era uma história legal e então o baque, puro racismo!” (Arinete Katapa)

“É absolutamente racista, e o conteúdo infantil (NENHUM conteúdo) não deve impor a ideia de que a pele mais clara é bonita.” (Holly Laflamme)

Nem Youtube nem  My Pingu, que o retiraram do ar, se pronunciaram.